tudo b br int a c des fit pol t v meta

/pol/ - Política

Nome
Opção
Comentário
Ficheiro
Áudio Abrir gravador
  • Lê as Regras e o FAQ antes de participar.
  • Voltar  Arquivo 

    1583496408653.jpg  (72,04 KB, 1086x652) ImgOps

     /#/ 9439

    Podemos ter uma discussão séria sobre Salazar?
    O que ele fez de bom/mau?

     /#/ 9445

    1583503402059.jpg  (27,88 KB, 300x400) ImgOps

    Basicamente, [Bom]estabilizou o pais após a 1ª "Republica", mas [Mau]não consegui adaptar o pais para a situação pós guerra e ai alargo a culpa ao Marcelo que também fez muito pouco nesse sentido.

    E essa treta toda da censura e de por comunas na cadeia, os países chamados democráticos, tipo RU e EUA também o faziam.

     /#/ 9446

    >>9439
    Deixou os comunas e respectivas famílias exilarem-se. O maior erro dele foi sem dúvida não ter feito uma limpeza profunda de Portugal.

     /#/ 9449

    >>9439
    Equilibrou as finanças depois da primeira república mas depois, retógrada como é, manteu-nos no séc. XIX (pé descalços, analfabetos e pobreza geral).

     /#/ 9450

    >>9449
    >imaginem acreditar nas mentiras dos comunas
    Pobres já éramos na 1ª República, mas com o Salazar Portugal cresceu a uma taxa de 5% a 10% ao ano. Quanto é que cresces agora?

     /#/ 9451

    Vendeu volfrâmio aos alemães em troca de ouro pilhado aos aliados

    Sorte: Vais conhecer um estranho

     /#/ 9452

    aumentou a literacia, coisa que a 1ª república falhou em conseguir
    mas ele só queria que o povo soubesse a 4ª classe e ter uma vida ignorante no modelo de Deus, Pátria e Família

     /#/ 9453

    >>9450
    N-não cresço mas tenho escola e saúde de borla! Cheque-mate, fachos!

     /#/ 9463

    1583510121377.jpg  (17,22 KB, 216x256) ImgOps

    >>9452
    Esse é outra cancro, a de que o estado novo queria tudo iletrado, começaram com uma taxa de analfabetismo de 60% acabaram com uma de 26%.

    >img daqui

    https://imagenscomtexto.blogspot.com/2008/07/evoluo-do-analfabetismo-em-portugal.html

    Outra cancro é do ensino superior, se forem verificar quase todos os grandes estabelecimentos de ensino superior em Portugal foram feitos durante o estado novo.

     /#/ 9464

    >>9453
    nada é à borla, a conta chega sempre

     /#/ 9465

    >>9453
    >mas tenho escola e saúde de borla!
    A maior parte dessas infraestruturas foram construídas durante o estado-novo

     /#/ 9472

    Devia ter criado um programa nuclear português. Portugal tem bastante urânio e podiamos fazer experiências em Angola sem problema. Portugal podia ser independente em termos de energia.

     /#/ 9473

    >>9472
    Não teria servido de nada, pós-25 de Abril teria sido tudo vendido, como aliás o PS quer fazer, de forma pouco transparente, às reservas de urânio.

     /#/ 9474

    >>9473
    Achas que os ianques ou os sovietes tinham arriscado levar com uma bomba nos cornos ao apoiar guerrilheiros anti-regime?

     /#/ 9476

    Ele era homosexual, teve as suas primeiras experiências quando estudava no seminário. Os seus melhores amigos eram mulheres e vivia cercado delas, tal como os gays andam.
    Também tinha aquela voz fininha de gay, passava muito bem por uma bicha hoje em dia.
    Encontrou pois o escape para a sua frustração sexual e em não se poder assumir no trabalho autista e em ser autoritário e controlar os outros.
    Provem-me o contrário, não conseguem.

     /#/ 9480

    >>9463
    Não só isso mas as gerações que nasceram pós-50s, período a partir do qual o Estado Novo criou o plano escolar obrigatório, apresentavam taxas de alfabetismo semelhantes aquelas que existem hoje.

    E relativamente ao ensino superior - é engraçado mencionares isso porque Portugal ao nível dos países da União Europeia é dos PIORES no ensino terciário. É literalmente o equivalente ao analfabetismo da população na nova era. Mas isto claro, nunca ninguém aponta nem fala sobre.

     /#/ 9484

    >>9476
    Ok Freud. Ainda assim foi o Estadista mais inteligente e mais sério que Portugal teve no último século.

     /#/ 9505

    1583558297744.jpg  (31,14 KB, 400x527) ImgOps

    A Carbonária é um movimento internacional "anarquista" e anti-monarquia (mataram o rei pt). Com a tragédia que foi a 1ª républica Portuguesa (40 governos em poucos anos, e guerras civis), e com a expansão do comunismo na união soviética e em espanha, a Carbonária vira o partido comunista.

    Salazar chega ao governo, quando um poder militar controla a sociedade, para impedir que novas guerras civis surjam.

    A prioridade dada por ele é livrar-mo-nos da dívida pública portuguesa e estabilizar os preços. É um problema dos países pobres pequenos: Ganha-se mais dinheiro a exportar do que a vender em território nacional. Especialmente os cereais. Salazar vira herói nacional porque a comida fica finalmente barata. Passamos vários anos a conter custos e exportações, com economia controlada e a pagar a dívida, sem grandes obras públicas.

    O movimento anarquista, agora comunista, reconhece-o como cabeça do governo. Tenta matar Salazar num famoso atentado. A carbonária tinha antes atentado contra a igreja, o que tb contribuiu para o que se sucede.

    Em resposta, a polícia secreta PIDE, adquire um carácter mais agressivo. Tal como o movimento anti-carbonária foi o que levou a um ódio maior ao Rei, a PIDE levou a um maior ódio a Salazar. Certas figuras que cometeram crimes sérios continuaram como líders da PIDE. Ver por exemplo Casimiro Monteiro, um assassino ao serviço da PIDE.

    Aqui é preciso fazer uma pausa. Os imperialistas não europeus desta altura, USSR e USA, olham para Portugal como um prémio a ser conquistado. Muitas das figuras que se dizem agentes da PIDE, são apontadas como agentes Americanos ou Russos, e muitos crimes atribuídos a Portugal, foram cometidos pela KGB ou CIA como forma de propaganda anti-portuguesa.
    Inclusive os supostamente feitos pelo Casimiro. Fim da pausa.

    Portugal paga finalmente a dívida. Durante a guerra mundial exporta imenso Volfrâmio. É sabido que há petróleo em áfrica.

    Os banqueiros globalistas não gostam de Portugal. Se Alemanha fez deles inimigos porque se recusou abertamente a obedecer-lhes, Portugal está livre do controlo internacionalista porque não tem dívida.

    É nesta altura que a economia Portuguesa dispara para valores absurdos e começam imensas obras públicas. Mesmo durante a guerra do ultra mar, combatida em imensas frontes, temos valores de crescimento a bater nos 10% ao ano. Iguais ao auge da China.

    No entanto a economia Portuguesa é controlada, e tem um fixo propósito: a companhia nacional de petróleo. Grandes obras como o porto de Sines e a siderugia nacional têm este fim.: sermos donos e capazes de todo o processo desde a extracção até à venda do petróleo. Produzindo nós tudo.

    Isto faz ainda mais inimigos dos internacionalistas e dos países que contêm grandes empresas de petróleo.

    A guerra do ultramar é financiada e feita por esses poderes que querem roubar e impedir que os outros roubem. A guerra militar é vencida por Portugal, mas a guerra cultural é perdida em território Português.

    25 Abril. Fim.

     /#/ 9506

    Resumindo o texto anterior:

    Salazar curou as feridas deixadas pela primeira républica. Quando oportunidades surgiram, soube aproveitá-las, por exemplo exportar volfrâmio e livrar-nos da dívida.
    Quando se descobriu petróleo em áfrica, tentou fazer o mesmo, mas os amigos na Europa já não eram relevantes.

    A conjectura mundial de poder mudou, após a guerra quem mandava eram, russos, americanos e memes. E estes não queriam a nossa existência desobediente e não queriam que os seus inimigos a conquistassem.

    Salazar não soube lidar com estes novos oponentes. Perdeu a batalha em goa, ganhou em áfrica e macau e timor. Mas depois perdeu em Portugal.

    Se alguém duvida, podem ver como exemplo, o Kissinger, meme americano, que fomentou a invasão de Timor.

     /#/ 9623

    >>9476
    G8 b8 m8

     /#/ 9624

    >>9505
    Bom post danone obrigado

     /#/ 9633

    >>9505
    vamos ignorar que quem sugeriu o nome de salazar foi um maçonzinho que era professor dele na universidade

     /#/ 9634

    1583748512534.jpg  (16,94 KB, 340x340) ImgOps

    >>9505
    Nem é necessário entrar em teorias da conspiração com o Casimiro Monteiro, os novos impérios pós guerra, os EUA e a URSS queriam desmantelar todos os outros.
    Como tanto um, como o outro têm territórios imensos (curiosamente conquistados a outros povos, mas o colonialismo a eles não se aplica não sei porquê) procuram separar as províncias ultramarinas dos outros impérios mais antigos através das m.emes políticas tipo autodeterminação racial, imperialismo, colonialismo etc etc, uma vez ocorrida a separação, os novos dirigentes, ficam na esfera política deles tornando-se numa espécie de protetorados.

    E o mais triste é que o tuga provinciano (mas com educação superior, o que diz muito da educação universitária) comeu as m.emes todas e dando um tiro no pé, de livre vontade entregou províncias portuguesas à esfera de influencia da URSS, sem eleições, sem referendos, sem porra nenhuma, era só o PC Soviético dar a indicação de quem devia ficar no poder e isso acontecia, basta ver como se lidou com a FNLA, UNITA e o MPLA em Angola por exemplo.

    No sec. XX a guerra cultural sobrepôs-se à guerra física, é mais fácil, eficaz e económico bombardear o adversário com m.emes e deixa-lo destruir-se a ele próprio, do que encetar operações militares.

     /#/ 9635

    em vez de investir tanto dinheiro em Luanda e Lourenço Marques devia ter investido no interior de Portugal

     /#/ 9636

    >>9635
    O minério e petróleo estavam lá, não cá.
    Parece difícil de compreender hoje, mas na altura aqueles sítios eram Portugal.

     /#/ 9637

    >>9633
    Dizes então que ele era maçon?

    >>9634
    Quem diz o Casimiro diz o tipo que assassinou o Amílcar Cabral. Ainda o ano passado apanhei um guineense que me explicou que não foram os portugueses que assassinaram o Amílcar. Foram os russos. Porque o Amílcar queria o que dizia querer. E talvez menos, porque como estudou em Coimbra, tudo o que queria inicialmente era democracia representativa dos Luso-africanos.
    Portanto mata-se o idealista moderado e põe-se o capanga obediente que estudou em Moscovo no lugar dele.

    Em angola foi o mesmo, com o milhão de soldados cubanos que estiveram lá.

    Não é conspiração. É mesmo facto que os russos e americanos andaram a matar os nossos "oponentes" até terem quem queriam no o poder.

    De resto concordo com tudo o que disseste.

     /#/ 9638

    vídeo relacionado

     /#/ 9639

    1583778531096.jpg  (441,92 KB, 1100x1580) ImgOps

    >>9637
    Ou o Humberto Delgado, era do mais radical de havia, estava mais perto das ideias do Mussolini do que das do Salazar, mas depois quando foi para Washington em 1952 trabalhar como adido militar, voltou de lá cheio de "ideias" e agora era supostamente um democrata que queria contestar o Salazar e o estado das coisas.

    Pode até ser só teoria da conspiração e ter genuinamente mudado a orientação política a 180 graus, mas de certeza que houve muita gente a encher-lhe a cabeça de coisas.

    Faz lembrar o Lenine e os serviços secretos alemães durante a I GM, enviem-no para lá, deem-lhe dinheiro e ele faz o serviço por nós.

     /#/ 9640

    >>9639
    o que é feito destes monumentos?

     /#/ 9657

    1584029032710.jpg  (2,7 MB, 2501x1556) ImgOps

    >>9439
    Pros:
    -mateve ordem social (digo manteve porque quem impos foi a ditadura militar) e estabilizou o país
    -manteve-nos longue da segunda guerra
    -promovia as marcas nacionais
    -queria uma sociedade com valores tradicionais e católicos (o Deus, pátria, família)
    -para um ditador, não era um psicopata

    Contras:
    -a estrategia economica dele está ao nível do tio patinhas (poupar tanto dinheiro quanto possivel e só gastar-lo para manter serviços essenciais, quase nunca usar-lo para investir)
    -ter uma policia que prende pessoas por só por ter opiniões estúpidas e que magoam os sentimentos do glorioso regime, e também uma polícia (instuição cujo dever é servir uma comunidade) que cria e mantém espioes dentro de uma comunidade é imoral e vai contra qualquer tipo de valor cristão e tradicional
    -as politicas externas dele foram um desastre (isolacionismo não funciona)
    -impressionantement falhou em aperceber-se que colionalismo tinha os seus dias contados com o final da 1º guerra, e arrastou o país para uma guerra que a população não queria saber e que podia ter sido evitada e ao mesmo tempo mantido algum poder sobre elas caso ele tivesse negociado a independencia; mas como isso não aconteceu a guerra praticamente garantiu que os bosquímanos ganhassem o poder que ganharam

    >>9450
    núbio, ainda nos anos 70 as pessoas nas aldeias quase não tinham que comer, viviam em barracos, crianças morriam todas semanas (casais tinham pra aí 20 fedelhos e só 1/2 deles sobreviam até aos 18) e a populaça era na sua maioria um bando de canalhas, bêbados e ignorantes

    Fds os tugas vivam nas partes mais desenvolvidas das colónias africans tinham um estilo de vida muito mais próximo dos países desenvolvidos

     /#/ 9658

    >>9657
    Não deves perceber o que é a taxa de crescimento, ainda há pessoas na china a viver no sec XIX mesmo com as taxas de crescimento a 6%, o crescimento económico, ao contrario do que os atuais políticos dizem não é mágico, ajuda imenso mas não é mágico. E Portugal vinha de guerras civis e revoluções continuas continuas desde o tempo do Napoleão, sem qualquer estabilidade ou políticas continuas, óbvio que isto estava completamente na merda.

    E "colonialismo" falhou porque os antigos impérios já não tinha força para manterem as suas posições, aparentemente triunfou nos EUA que estavam continuamente a colonizar terras aos índios e aos Mexicanos, ou nos Russos soviéticos que se fartaram de colonizar as tribos fino ugricas e os asiáticos das estepes.

     /#/ 9659

    >>9640
    Só foram construídos para a exposição Mundo Português, ou lá o que era, depois foram desmontados.

     /#/ 9664

    >>9657
    lê o meu post com a revista time. Ele investiu o dinheiro nalgo que os anglo-memes não queriam.

     /#/ 9681

    ele devia ter deixado mecanismo de transição de poder como o Franco que deixou o Juan Carlos como sucessor

     /#/ 9684

    >>9681
    pá realmente dá ares que ele tava a virar vilão maluco lá para o fim. a cena do suposto assassinato do humberto delgado e o facto de lhe terem de mentir que ele ainda mantinha o poder depois do seu acidente, e o facto dele ter acreditado na mentira, devem dizer coisas sobre a pessoa que ele era nessa altura.

    Ou possivelmente que lhe andavam a drogar.

     /#/ 9685

    1584467039920.png  (Spoiler, 354,93 KB, 560x415) ImgOps

    >>9684
    Dr.Botão

     /#/ 9688

    >>9684
    ele teve um derrame cerebral por causa do acidente na banheira
    ele já não tinha capacidade mental

     /#/ 9744

    >>9439
    Tratou a população como gado:
    Preocupou-se em mantê-los alimentados, contentes e gordos mas estúpidos e incapazes de se revoltar.

    Eu ainda ouço histórias na minha família do "regedor" local, um individuo que era confiado alguma autoridade para vigiar a população da aldeia e reportar qualquer coisa suspeita. Essa merda era quase feudalismo com esse individuo a guardar comida, animais e dinheiro para si porque ir contra ele era uma estupidez e se alguém queria ter alguma riqueza (entenda-se: mais do que alguns alqueires de trigo) tinham de saber enganar o homem muito bem.

    Este clima de desconfiança não ajuda nada a criar uma sociedade onde as pessoas se ajudam umas às outras quanto todos têm medo uns dos outros. A única excepção era quando se uniam contra esta merda e isso é talvez a única coisa boa que saiu disto.


    Promover marcas nacionais era também um boa idea. Excepto que a implementação foi uma porcaria e mostra o quão estúpido quem governava era.
    Como uma licença para usar isqueiro, de forma a ajudar as marcas de fósforos de Portugal. Porquê evoluir para uma ferramenta mais conveniente quando tens de pagar extra para a usar?
    Ou a licença para ter uma televisão em casa, (se fosses apanhado, podias dizer que tás só a experimentar, que não funciona e vais já devolver, mas isso não dura muito) porque ter um povo informado não dá muito jeito.

    Mesmo as infraestruturas de educação que ele criou não são 100% livres desta treta. A indocrinação tem que começar o mais cedo possível para que os cidadãos sempre tenham vivido segundo a mesma ideologia. Se começarem logo na escola primária, não há melhor que isso. As escolas foram feitas para ensinar mais do que o seu currículo e por isso é que começavam com aquela saudação.

    Mesmo a ideia que ele "tirou Portugal da segunda guerra mundial" tem falhas. Ele não participou porque estava a ver quem ia ganhar, mas simpatizava com os Nazis. E mesmo que não tenha participado directamente, não parou de vender G3s e munição, dinheiro que nunca chegou aos portugueses de qualquer das maneiras.
    Já agora, sabem um dos componentes para fazer munição? Volfrâmio. Sabem o que acontece quando reviram terra à procura disso e o começam a minar? Estragam por completo a qualidade do terreno ao ponto que não cresce nada lá por vários anos. Muita gente passou muita fome devido a essa brilhante ideia.

     /#/ 9748

    >>9744
    Ai o caralho! Tens a internet e ainda acreditas nesta merda? Os russos e anglos a bombear para cá recursos para tentar criar uma guerra civil artificial como foi em Espanha. O Franco a considerar invadir portugal para unir a iberia.
    Os montes de gajos com dores de cotovelo que só queriam revolução para poderem subir na vida e reptir a merda que foi a primeira républica (tipo Soares).

    E ai tadito do gajo que era apanhado a falar mal do governo.

    Fode-te noob do caralho.

     /#/ 9750

    >>9744
    Foda-se o ano é 2020 e tens fontes de pesquisa direta (sem a intervenção de "interpretadores") que te permitem analisar com clareza o que foi o Estado Novo.

    >volfrâmio estragou os terrenos e as pessoas começaram a passar fome

    ..sem comentários, essa sai diretamente do Avante

     /#/ 9751

    >>9748
    Fode-te tu seu cabrão de merda que o que Lisboa e Porto não são a inteiridade de Portugal.
    O que os ingleses, americanos, russos e sabe-se lá mais quem tenha feito contra portugal não se duvida mas também não desculpa o que aquele caralho provocou no interior de Portugal, nas regiões mais pequenas e talvez consideradas menos importantes (apesar de serem as que sustem o resto).

    Ainda está para vir quem me explique porque é que o regedor tem direito a mandar alguém para a cadeia porque lhe olha torto ou tirar quanto quer das colheitas de quem trabalhou ou foderem a terra toda a quem trabalhava, apenas porque há quem esteja a tentar mexer cordelinhos na capital.

    Dizes tu bem até "montes de gajos com dores de cotovelo" mas isto sempre ouve e dos dois lados porque não faltou quem se aproveita-se deste sistema para subir bastante na vida à custa dos outros sem precisar de influências externas, porque filhos da puta há aqui e no estrangeiro.

    >Foda-se o ano é 2020 e tens fontes de pesquisa direta

    >educate yourself shitlord
    Vai-te foder tu e esta merda de argumentação onde afirmam que existem argumentos muito convincentes que nunca se incomodam em apresentar.

    >essa sai diretamente do Avante

    Sai directa dos meus pais que trabalharam terras fodidas por essa treta quando eram mais novos. O mais engraçado é que no caso deles nem sequer encontraram nada aqui, mas o estrago ficou na mesma e foram alguns anos com uma culinária muito creativa.

     /#/ 9753

    >>9751
    Argumentos estão neste fio comuna, como é que achas que as pessoas viviam antes do estado novo, viviam mil vezes pior em todos os aspetos, desde a quantidade de comida à literacia, ao rendimento per capita.
    Que o estado novo deixou de fazer sentido internamente e foi minado desde o exterior a partir dos anos 50 é sabido, agora descarregar tudo o que é negativo sobre esse período, é só de quem é ignorante ou tem motivações ideológicas.
    E eu também tenho parentes velhotes e a historia que ouço é que havia muitas pessoas que não gostavam do regime, mas diziam (em comparação com a 1ª "republica"), "Ao menos estes pagam e a horas".

    A exploração do volfrâmio então é para rir, achas que um governo comuna ou "republicano" tinha feito as coisa de forma diferente? ganha juízo.
    Parece as merdas do Trump ou do Bolsonaro, eles dizem coisas estúpidas e os merdia repetem aquilo 1.000.000 vezes, mas há uma ministra ou um deputado cá que diz exatamente a mesma coisa, silencio absoluto ou apenas uma nota de rodapé.

     /#/ 9754

    >>9751
    Vai ler sobre a primeira républica. Sobre o que os partidos políticos faziam: exércitos temporários de dezenas de milhares de homens, chamados "Formigas", que iam literalmente assaltar juntos uma cidade Portuguesa inteira, reduzindo-a à miséria de um dia para o outro, para depois vender o que roubavam e comprar armas para tomar Lisboa.

    É desta merda que Portugal se livrou. Depois tiveste um período de recuperação lenta e depois tiveste guerra MUNDIAL durante 13 anos. Nós contra literalmente o mundo inteiro, em que todos os filhos da puta da ONU andavam a mandar armas e mantimentos para "revolucionários locais" convenientemente treinados na rússia que adorariam meter-te uma bala na cabeça.

    E mesmo durante essa guerra estávamos a crescer perto dos 10% ou seja. Em menos de 10 anos tínhamos o dobro da riqueza. E adivinha o que os teus estúpidos familiares do interior diriam agora?

    "Valeu a pena."

     /#/ 9755

    >>9753
    >como é que achas que as pessoas viviam antes do estado novo, viviam mil vezes pior em todos os aspetos, desde a quantidade de comida à literacia, ao rendimento per capita.
    E com o Estado Novo ALGUNS lugares melhoraram mas não todos e não a maioria. Tal como eu disse, eu tenho a certeza que os senhores e lordes em Lisboa ou no Porto apreciaram bastante o Estado Novo mas o interior do país ficou na mesma ou pior.
    Por exemplo, tu fazes-me rir com "rendimento per capita" quando apenas há 50 anos atrás, no interior da região norte as pessoas tinham de trocar bens uns pelos outros porque dinheiro não havia. Isso era coisa para emergências, médico ou ir comprar alguma coisa à cidade, o teu "rendimento per capita" era o que tirasses do campo e te deixassem ficar com.

    >agora descarregar tudo o que é negativo sobre esse período, é só de quem é ignorante ou tem motivações ideológicas.

    E desculpar tudo o que aconteceu colocando as culpas disso no estrangeiro também é de quem é ignorante ou tem motivações ideológicas, porque arranjar desculpas em vez de admitir problemas é natural de todo o extremista tanto à esquerda como à direita.

    >havia muitas pessoas que não gostavam do regime, mas diziam (em comparação com a 1ª "republica"), "Ao menos estes pagam e a horas".

    "Ao menos estes não são tão maus" não significa nem desculpa nada. Se eu te der um tiro e depois um murro, tu por acaso perdes o direito a queixar-te do murro apenas porque esse não te pôe a sangrar?
    Porque eu também posso ir mais longe e admitir que os anos asseguir ao 25 de Abril também não foram nenhum mar de rosas e possivelmente ainda piores, sabendo também o que o CDS e a Igreja fizeram nessa altura, mas também continua a não desculpar o Estado Novo.

    >achas que um governo comuna ou "republicano" tinha feito as coisa de forma diferente? ganha juízo.

    >Os outros faziam pior, portanto não te queixes!
    Mas é que é sempre o mesmo argumento contigo, foda-se. Porque estamos sequer a ter esta discussão? O governo cubano ou um de qualquer país das arábias é muito pior, logo qualquer ponto da história em Portugal foi fantástico!

    >>9754
    Repito o que disse em cima. Mesmo que pior, não justifica o Estado Novo. Explica porque aconteceu, mas não o torna melhor.

     /#/ 9756

    1584969902907.png  (187,64 KB, 344x932) ImgOps

    >>9755
    Ok, então mostra-me um contra-exemplo dum país, que depois de reduzido a literalmente cacos, 50 anos antes, sozinho, está prestes a tornar num dos 6 países mais ricos do mundo durante uma guerra a ser lutada (e ganha) contra montes de frentes apoiadas pelo resto do mundo.

    Estás a ver na imagem, onde diz "victória parcial" ? Foram burros como tu que caíram na história que os anglos e j.udeus contam e que lhes deram tudo de bandeja.

    Ainda agora deves defender estas merdas em nome duma suposta democracia que só existe na cabeça de quem é estúpido o suficiente para acreditar que um 1o ministro a ganhar 3000€ por mês, como o Sócrates é sequer culpável de corrupção.

    Fode-te tu e todos contigo. Comem merda e agradecem porque vem na caixa certa.

     /#/ 9757

    >>9755
    >Crescimento alto no PIB-PC (PIB médio, sabes o que médio significa certo?), infraestrutura publica (mesmo no interior do pais) e Literacia demonstrado em estatísticas.

    >..m-mas os meus avós e um marreco no interior do Alentejo, etc etc


    >Salazar mau foi o que ouvi na escola e o que os marretas da TV estão sempre a dizer


    ok meu, ok

     /#/ 9760

    >>9756
    >Ok, então mostra-me um contra-exemplo dum país
    Porquê? Que prova isso?
    Se eu não arranjar esse exemplo, o Estado Novo deixa de ter problemas que se possa apontar, é assim que isto funciona?
    Fazem sempre esta merda onde desculpam os defeitos do que gostam apontando para bostas maiores e depois admiram-se que ninguém os suporta, foda-se que pareces comuna.

    O resto do que escreveste é non-sequitur, projecções e assumir o que os outros pensam, tal como esperado de quem só quer ver o seu lado. Francamente nem sei porque me dei ao trabalho, tens toda a razão e mereces Salazar outra vez.
    Até parece que alguém vai defender os salários dos políticos ou que a validade de democracia estivesse sequer a ser discutida aqui. Deixa o caralho das balizas onde estão, se não sabes argumentar não cliques em "Nova Resposta".

    >>9757
    >Crescimento alto no PIB-PC
    Tem graça que os comunas também falam muito de como têm um crescimento do PIB nas suas utopias mas a gente comum nada vê a crescer. É quase como se o PIB e o GDP fossem na realidade indicadores terriveis da qualidade de vida geral e a única coisa que indicam é quanto dinheiro está a ser gerado mas não quem o tem ou quão concentrado está.
    Se os 3 grandes clubes venderem todos os jogadores que têm, Portugal como país fica a ganhar uma porrada de dinheiro, mas há-des ver o que é que isso te adianta a ti.
    Mesma coisa para o PIB onde basta não investir em nada para aumentar.

    >..m-mas os meus avós e um marreco no interior do Alentejo, etc etc

    Fazem uma greve para não abastecer os teus supermercados na capital que te cagas todo como já aconteceu.

    >Salazar mau foi o que ouvi na escola

    Foi o que ouvi, estudei e aprendi porque um cromo daqueles não acontece só porque sim.
    Eu não me fiquei pelos relatos da minha família porque obviamente isso é um lado da questão e o que eu descobri é que, tal como Hitler ou Mussolini o homem era inevitável, tão mau que esta merda estava. Mas tal como os outros dois animais, o que ele acabou por fazer não tem justificação possível.
    Enquanto não conseguires entender isso, é o mesmo que argumentar que um homem tem direito a matar e roubar para não passar fome porque a vida dele estava uma merda antes de cometer o crime.

     /#/ 9761

    >>9760
    Olha, seu ignorante lavado cerebralmente por anglos e j.udeus cujo o único interesse é que trabalhes para eles.

    Este, o Hermano Saraiva dizia que Salazar era um santo. E só o pode dizer na última entrevista que deu. Deves imaginar porquê.

    Entre isto e o que te ensinaram deve estar a verdade, vê lá se descobres de que lado ela está.

    https://www.youtube.com/watch?v=8IdVyAO2E34

     /#/ 9767

    >>9756
    >Guerra de 1961
    isto é tão cringe mata-te

     /#/ 9772

    >>9756
    Aonde é que um banana como o Sócras iria auferir 3000 paus de forma legítima?
    O mesmo se passa com o Botas, etc, etc.
    Os reis ainda tinham uma dimensão estratégico/militar que justificava minimamente a sua existência. Já estas paneleirices jacobinas que andavam a ser incubadas desde o tempo do Pombal só servem para fazer da nação uma pota submissa às principalidades extra-comunitárias e dependente destes fantochitos de merda que agregam pedos, bombistas, pseudos de todas as espécies, pedagogos, pre c tos, panilas, escumalha, sociopatas e a lista continua...

     /#/ 9773

    >>9744
    o salazar vendeu g3's aos nazis?

    é para rir ou chorar?

     /#/ 9782

    >>9744
    >G3
    >desenvolvida em 1959
    >desenvolvida pela RFA
    >vendida aos nazis
    não sei o que ouviste, estudaste e aprendeste, mas sei que nem perto da verdade está

     /#/ 9783

    >>9782
    >E mesmo que não tenha participado directamente, não parou de vender G3s e munição, dinheiro que nunca chegou aos portugueses de qualquer das maneiras.

     /#/ 9785

    1585051815882.gif  (2,23 MB, 320x384) ImgOps

    >Salazar vendeu G3s aos nazis

     /#/ 9786

    >>9783
    Era bom que lesses as outras respostas que refutam as tuas afirmações.

    Os comunistas não só eram pior do que os nazis, mas foram os NKVD que treinaram os SS nas tácticas de opressão.

    O que é irónico porque os NKVD eram liderados por memes ex-lituanos com dor de cotovelo por terem estado 100 anos a ser oprimidos pelo czar pseudo-cristão, e foram eles que inventaram os métodos usados pela SS para escravizar e matar os memes (e cristãos).

    O Salazar foi a melhor coisa que aconteceu ao país durante essa altura. Ele não soube passar o poder. Mas isso não era só responsabilidade dele.

     /#/ 9787

    >>9786
    >Falhar a melhor oportunidade de todas para conquistar Espanha.
    >Não se juntar ao reich
    >Apoiar secretamente os al*ados
    >Não executar comunas em praça publica
    >Drogado
    >Deprimido
    >Xuxa em negação cuja única obsessão era criar propaganda

     /#/ 9788

    este fio é algum tratado em esquizofrenia? só li os últimos posts, mas nenhum tinha conteúdo factual.

     /#/ 9796

    >>9788
    Então lê todos os posts porque este fio tem estado bastante civilizado e informativo. Coisa surpreendente.

    >>9786
    >Ele não soube passar o poder.
    Este foi o pior erro de Salazar, sem dúvida.
    Tivesse saido no principio da decada de 50 e tinha-se tornado no novo D.Sebastião.

     /#/ 9825

    >>9786
    tu és doente mental só pode

     /#/ 9868

    >>9825
    não, mas vi provavelmente milhares de horas de docs sobre estas coisas.

    Durante o holomdor da ukrania, a comida roubada aos ucranianos foi em parte para a alemanha. Os russos e alemães foram amigos uns tempos. Umas das coisas que os russos ensinaram aos alemães foi como ser nazi.



    Voltar[Resposta rápida]
    Apagar Comentário [ ]
    tudo b br int a c des fit pol t v meta