/pn/ - Política Nacional

Discussão do melhor circo português


Nova Resposta
Nome
×
Opção
Mensagem
Ficheiros Máx 4100MB total
Password
Especial
[Nova Resposta]


Regras
Cytubo
Onde Votar


876e834eb5967f7f99e969834cff48365dc27f83ba0a10ac4fcdb39f863b89fc.png
[Esconder] (766.8KB, 1085x561) ImgOps
Na SIC
Respostas: >>775
O chicão fez um debate muito bom
O Costa esteve muito calmo.
Sinceramente parece uma tentativa de roubar eleitorado à IL e Chega.
Primeiro bom debate do Chicão.

Não fosse a balela lusotropicalista do CDS, e votaria neles.
Respostas: >>646
>>643
sim. criticar a educação sexual lgbt nas escolas e promove a natalidade. 
Essa é a política do Orban e é o tipo de discurso que se pede ao Ventura. Não é a merda do RSI, dos carros, dos salgados e dos socrates.
O Ventura podia variar um bocado e falar do preço dos combustíveis ou até mesmo no aumento da criminalidade. Mas não, prefere ficar a repetir as mesmas merdas
O discurso do Chicão é claramente para roubar o eleitorado do Chega. Vai ser muito interessante o debate do Chega com o CDS.
Respostas: >>647 >>648 >>652
>>646
Honestamente tudo o que eu quero de um Partido é apoios à natalidade e um forte corte na imigração de forma a garantir que os portugueses serão sempre a maioria em Portugal.
De resto 0 problemas com pessoas LGBT e o caraças.
Respostas: >>648 >>650 >>653
>>647
>>646
Sem mexer em restrições a imóveis (como são vendidos, rendas, etc) não há ajuda à natalidade que safe. A direita não toca nisso porque defende o investidor/especulador/senhorio.
Respostas: >>649 >>652
>>648
*nem a esquerda qt mais!
DclmzOeXkAAYulH.jpg
[Esconder] (130.9KB, 1014x701) ImgOps
>>647
acho que só o Ergue-te defende isso, mas não sei qual é a opinião deles quanto ao lusotropicalismo. Só sei que eles defendem menos imigração e mais natalidade
O PNR/Ergue-te costumava dizer que o marcelino mata era muito baseado, portanto não sei se são lusotropicalistas.

A realidade é que os portugueses vão ser uma minoria. A unica salvação é através da engenharia genética e da automação que vai reduzir a necessidade de imigrantes.
Eu acredito que no futuro vai ser possível gerar filhos sem ser preciso uma mulher através de "artificial wombs"

Mas eu sinceramente não espero avanços significativos por parte do Ocidente. Isto só vai lá com os chineses que cagam logo na parte da ética.
Respostas: >>651
ca127fe84b874f63e09ba669e4f47275ec258fc71111d12641dc513806c25fbc.png
[Esconder] (307.4KB, 888x537) ImgOps
2789a1090dcef9b93227213102076a3c41a0d721d131a932bb0ec3a23bdd288d.png
[Esconder] (143KB, 1459x484) ImgOps
>>650
>A realidade é que os portugueses vão ser uma minoria.

Os partidos vão começar a apostar mais na imigração para tal. Eles nem escondem, desde o bloco até ao ps. Já o psd defende um sistema de pontos como na américa. O cds não tem nada no programa e o chega diz-se contra
Respostas: >>659 >>660 >>661
>>648
Eu apostaria mais em descentralizar o país. E não tanto dando incentivos para se fixar fora de Lisboa e Porto, mas penalizando mesmo certas formas de estar em Lisboa e Porto, como empresas todas concentradas num punhado de quarteirões.

>>646
Sim. O ideal para mim seria um programa com o espírito do CDS, mas que proponha restrições de imigração. O Chega só se diferencia por causa da imigração. Em tudo o resto é muito mau.
Respostas: >>660
>>647
LGBT é algo que, a meu ver, já não se resolve politicamente. Faz parte do problema maior da revolução sexual, e é já um traço cultural deficiente das sociedades ocidentais que só o tempo cura.
Respostas: >>654
>>653
Sempre houve pessoas LGBT, e há pessoas LGBT em todo o mundo. Como assim é um traço cultural deficiente do ocidente?
Respostas: >>655 >>656
>>654
Mas essas pessoas nem sempre foram uma classe protegida e priviligiada como são agora.
>>654
Existiam há 300 anos, mas eram marginalizados e não tinham qualquer influência na cultura ou nas instituições (e.g. média ou escolas).

Hoje reforçam as tendências criadas com a revolução sexual, promovendo a promiscuidade e a experimentação sexual como formas de viver autenticamente. Espalham demasiados erros na forma de conceber o que é uma preferência, a sexualidade, a moral e o prazer, orientando as pessoas para um subjectivismo hedonista radical. Estes valores são especialmente populares entre as pessoas em Portugal abaixo de 40 anos e, para muitos, o óbvio e o inquestionável.
Capturar.JPG
[Esconder] (46.6KB, 535x474) ImgOps
>>651
Nem seria tão mau se o pais ainda tivesse um forte programa de seleção e integração dessas pessoas para se tornarem "portuguesas" rapidamente, o que eu menos quero saber é a raça delas, mas como ser um conas é um dos maiores valores aqui na europa todos sabemos que nada vai acontecer. Depois ao fim de umas décadas tens partidos a dizer que "Portugal é um pais de migrantes e multicultural!" e o teu sojado urbano deprimido a viver num cubo fica todo feliz porque o partido anunciou que não quer mesmo saber dele mas é exatamente isso que as suas séries da Netflix e figuras politicas o ensinaram a gostar desde pequeno.
Ainda vem o dia em que esta gente vai chegar a uma idade mais velha, vai sair a rua e ver tantos grupos de gente separados a falar línguas diferentes, sotaques "portugueses" que não se percebem que depois pensam que estão no estrangeiro ou a trabalhar em angola e depois são chamados chalupas pelos mais novos se mandarem vir com o estado do pais.

Única grande barreira atrasa Portugal nestes assuntos é mesmo a sua economia que nem imigrantes nem jovens vêm futuro prospero aqui.
Respostas: >>662 >>719
>>652
>>651
Eu só queria que o Ventura tivesse o mesmo discurso do Chicão. 
O ventura concorda completamente com ele, só que depois nunca menciona esses assuntos.
Eu não percebo que merda de estratégia é aquela.
Respostas: >>666 >>671
>>651
Só esse ponto já é o suficiente para votar no chega  , imaginem se o PS dissesse o mesmo, nunca mais saiam do poder.
>>659
>o que eu menos quero saber é a raça delas
Vais me desculpar, mas entre receber um alemão e um precto, garanto que 9/10 vezes o alemão vai ser infinitamente mais produtivo do que o precto
Respostas: >>663
>>662
Garantes mesmo? Com que fundamentos? A raça agora dita a produtividade? Risos.
Respostas: >>664 >>665 >>667
>>663
Por acaso sim. Há relatos históricos.
Quando os portugueses chegaram ao Brasil, chegaram à conclusão que o escravo africano era melhor para trabalho forçado que o escravo indígena.
Os escravos índios morriam facilmente. O escravo africano era resistente.
>>663
>Com que fundamentos?
Com o fundamento de que África inteira deve ter contribuido nem 1/100 dos avanços científicos que a Alemanha produziu.
>>660
E é que o Ventura tem toda a capacidade de soar inteligente com um discurso desses. Se ele em vez de mandar aqueles bitaites de "bandalheira" e "Sócrates" e explicasse mesmo os valores tradicionais e conservadores poderia ganhar uma parte importante do eleitorado, enquanto referisse tópicos como a imigração e o RSI sem soar a um populista qualquer. Ele provavelmente não o faz porque sabe que isso não dá tempo de antena e prefere seguir o método Trump
Respostas: >>669
>>663
Mano os prectos nunca conseguiram atingir o mais básico nível de civilização sem a ajuda dos colonizadores. Nem a roda tinham.
>>666
O Ventura atingiu o máximo de popularidade nas presidenciais com o método Trump. 
Depois disso tem vindo a perder eleitorado por ser demasiado repetitivo. Já não é novidade e as pessoas perdem interesse
Mas os valores que ele defende continuam a ser populares. O mensageiro é que já não é o melhor
Há algum de muito errado quando um partido tem maus resultados no norte só porque está associado ao Benfica. Defender natalidade e restringir imigração é algo que muitos no norte concordam.
Respostas: >>670
>>669
Boleiro desconfia de boleiro. Até não boleiro desconfia de boleiro qt mais!
lol, boleiro na política? Nem pensar!
>>660
Ventura ajuda a oposição, ele pega em assuntos que até são importantes mas como é um completo barraqueiro e incompetente só vai servir para a oposição pegar na imagem dele e mostra aos outros "vês se tu queres saber destas coisas ou tens algo parecido com esta opinião então és igual a ele, és burro e mau para a "democracia" etc etc".
Não tenho muitas mais duvidas de que vai agora conseguir eleger uns quantos para o parlamento mas só vai estagnar depois disso. Mas o partido não tem futuro mesmo que mude de lider e algumas medidas, já tem o cheiro que não sai.
Respostas: >>672
>>671
Então o futuro de Portugal é PS/PSD até o universo acabar?
Respostas: >>673 >>674
>>672
>Então o futuro de Portugal é PS/PSD
No futuro próximo? Muito provável. No futuro muito distante? Não sei, mas se fosse para apostar diria que PS/PSD vão sem duvida durar mais que esse partido.
Enquanto as coisas não mudarem muito de como são também não vais ter esta moda dos dois partidos de centro a mudar também.
>>672
durante muitos e muitos anos, mas haverão de perder influência quanto mais o tempo passa. A ser meio optimista, talvez nem um nem outro volte a ter maioria absoluta, porque nunca tivemos tanta variedade de partidos como hoje. Partidos como a IL e o Chega com visões mais independentes (sem se agarrar muito ao psd) estão a ganhar cada vez mais gás.
Qualquer que seja o resultado das legislativas, portugal levará certamente com uma lufada de ar fresco durante os próximos 4 anos, pelo menos.
>>659
Nem vai durar décadas, apesar de eles schilarem o meme dos imigrantes como base da segurança social, o país não está preparado nem a termos de infraestruturas públicas nem em termos de alojamento ou condições de vida para suportar a fome de escravos que o Poder agora têm: pensa que se é difícil para um jovem incelo porcoguês arranjar quarto sem ajuda dos pais, imagina para um imigrante sul-asiático sem contrato de trabalho e a ganhar meia côdia.

E o real problema vai ser explicar daqui a doze/dezoito anos aos filhos da Matumbina, do Dorivaldo Pai e do Abdul que vão crescer como a mão de obra barata no país dos senhores que não vão entender o quanto os pais lhes dizem que têm sorte por apenas ter um tecto e não morrer à fome ou numa execução qualquer do LiveLeak e que se vão revoltar pesado contra o sistema e os portugueses racistas neo-colonialistas, ou seja, como sempre Porcugal está somente atrasado para sofrer aquilo que está acontecer agora em França, no RU ou nos países nórdicos.
Respostas: >>721 >>724
>>719
Nós não merecemos isto...
Respostas: >>723 >>725
>>721
Tudo o que acontece é que realmente se merece
>>719
> e que se vão revoltar pesado contra o sistema e os portugueses racistas neo-colonialistas, ou seja, como sempre Porcugal está somente atrasado para sofrer aquilo que está acontecer agora em França, no RU ou nos países nórdicos.
estás a falar do quê? O problema da França e esses países é a criminalidade. Não há revoltas de minorias contra o sistema
Respostas: >>725
>>721
Qual nós? Dizeres que és português no ano corrente tem praticamente a mesma relevância que dizeres que és Minhoto ou Madeirense ou serrano, ao contrário destes pobres coitados que morrem para cá chegar, tu és um cidadão do império europeu e tens todos os 4,422,773 km do mesmo para poderes viver, trabalhar e constituir família sem te chatearem os cornos e com a possibilidade de viver relativamente descansado.

>>724
https://en.wikipedia.org/wiki/2005_French_riots
https://en.wikipedia.org/wiki/2008%E2%80%932009_Oslo_riots
https://en.wikipedia.org/wiki/2011_England_riots
https://en.wikipedia.org/wiki/2013_Trappes_riots
https://en.wikipedia.org/wiki/May_2013_Stockholm_riots
https://en.wikipedia.org/wiki/2014_Sarcelles_riots
https://en.wikipedia.org/wiki/2020_Sweden_riots

Se quiseres continuo danone, mas acho que tu és esperto o suficiente para entender o que eu quis dizer.
Respostas: >>726
>>725
>tu és um cidadão do império europeu e tens todos os 4,422,773 km do mesmo para poderes viver
lol. és tu que me compras a casa? és tu que me dás o emprego? 
isso do império europeu é muito bonito mas é para quem tem dinheiro.
>Se quiseres continuo danone
Protestos de merda. Portugal não tem esse problema islâmico. O pior que podes ter são protestos tipo george floyd anti-polícia, mas isso não é algo que o PS e o PSD promovam.
Acontece na América porque os media forçam isso.
Respostas: >>728
>>726
>Portugal não tem esse problema islâmico.
Tu és burro anon? O gajo está a dizer que iremos ter no FUTURO se não começarmos a apertar na imigração e na nossa politica de dar nacionalidade como se fossem brinquedos no happy meal.
Respostas: >>730
>>728
a imigração que Portugal recebe é quase toda brasileira
esse tipo de coisas islamicas está fora de questão. 
vais miscigenar e o português vai ser uma minoria. é só isso que vai acontecer.
Respostas: >>734 >>737
>>730
Tu és um zuca não és?
Respostas: >>735
>>734
é matemática simples
>portugueses não têm filhos
>imigrantes têm filhos
>imigrantes não param de chegar
sou brasileiro por dizer isso? 
ou é por causa do outro ponto?miscigenação é inevitável. tu podes não fazer, mas outro vai.

https://omirante.pt/o-mirante/livia-e-a-quarta-filha-de-casal-de-vialonga/
Respostas: >>736 >>737
>>735
Então temos de eleger um partido que pare a substituição demográfico em Portugal, literalmente um dos pontos mais importantes que se devia adotar, afinal um país nada é sem as suas pessoas.
Respostas: >>738 >>743 >>772
>>730
A questão não está na nacionalidade danone, isso é uma coisa que tu e o Ventouro não conseguem atingir: o que não faltam por aí são nações europeias cuja população imigrante na altura passava pelas mesmas condições, os italianos na viragem do século eram quase vistos como tu vês os imigrantes islâmicos hoje dada a conotação com a ideologia anarquista e a carbonária.

O problema é a imigração em massa, sem condições, sem planeamento para além do hurr durr ninguém quer trabalhar pelo muhh salário emocional e a insistência em querer enfiar estas pessoas em sítios do país de onde os próprios locais fogem ou já fugiram sem nada fazer para os melhorar, isso é o que cria a guetização e o ressentimento sejas tu português, brasileiro, mongol ou australiano.

>>735
Os portugueses têm filhos, mas os filhos emigram porque não têm maneira de viver cá e se esse tal meme da pirâmide demográfica fosse realmente importante resolvia-se facilmente com um programa sério de apoio ao retorno de emigrantes e lusodescendentes. óbvio é que ninguém é burro o suficiente para voltar para porcogal para ganhar uns troquitos no IRS ou apanhar uns apoios meme que demoram seis meses a chegar.

De qualquer maneira nem vejo como é que a imigração é uma solução para esse problema, os imigrantes que chegam ou vivem de trabalho não-declarado ou de empregos de pouco valor acrescentado no sector dos serviços, logo economicamente continuas a ter o problema da sustentabilidade da verdadeira pirâmide da Segurança Social e nada muda porque tu não consegues construir uma economia em cima de barbearias e estafetas de Uber Eats.
Respostas: >>767
>>736
Esse discurso não pegaria e só iria ostracizar o partido ou até mesmo torná-lo ilegal. O anão tem razão que  vão haver sempre migrações e misturas, o importante é evitar a criação de guetos.
Respostas: >>751 >>772
>>736
kek, só 0.1% da população quer saber dessa suposta "substituição demográfica". apenas larga os xãs.
Respostas: >>744 >>748 >>757
>>743
>0.1%
Dúvido
Respostas: >>746 >>757
>>744
Sim, 0.1% ainda são 10 mil pessoas, duvido que seja assim tanta gente. Estava a tentar não ser muito rude com o danone.
Respostas: >>757
>>743
As pessoas não querem saber da substituição demográfica pelo mesmo motivo que não quiseram saber do défice ou da dívida pública. Mas quando bater à porta é "mas como ninguém fez nada?"

Não tens problema sério hoje, ainda, porque as minorias ainda não têm representação política. Mas amanhã estas pessoas vão ter essa representação, e polarizar a sociedade como tem acontecido em vários países.
Respostas: >>749 >>750
>>748
E as minorias, mesmo com representação política, seriam capazes de mudar alguma coisa? Eu acho que não, nunca conseguimos nenhuma mudança radical em Portugal por via do voto.
>>748
As minorias quando tiverem representação política vão votar de forma semelhante aos restantes, como aliás já votam. Por cá não tens problemas de grandes choques civilizacionais, como tens por exemplo em sítios com grande imigração de fundamentalistas religiosos que vão querer colocar a sociedade de volta ao século XV.
O máximo que vais ter de mau cá vai ser duas ou três Joacines no parlamento ao mesmo tempo, nada mais que isso.
Respostas: >>751
>>738
As políticas para evitar guetos são muito mais complexas do que tu pensas. Na maior parte das cidades em que foram implementadas na Europa não tiveram os resultados esperados ou ainda pioraram a situação.
>>750
>As minorias quando tiverem representação política vão votar de forma semelhante aos restantes
lmao imagina pensar nisto não ironicamente
Respostas: >>752
>>751
Então, explica-me lá concretamente em que é que as minorias vão votar que os restantes não fazem.
Respostas: >>753 >>758
>>752
As minorias na maior parte das vezes vão votar sempre mais à esquerda (PS, BE, Livre, etc) e muito raramente votam à direita. Isto porque para eles, a identidade racial está muito mais presente e votam nos partidos que eles acham que lhes defendem dos "branquelas maus" e lhes dão mais subsídios e apoios. E quando uma parte da população já vota à esquerda então imagina quando forem dezenas ou centenas de milhares mais a votar.
Esta ideia foi tentada nos EUA quando o Reagan deu amnistia a milhões ilegais porque achava que depois eles iam votar no partido republicano
Respostas: >>759
É esperar que as minorias passem a ser a maioria e os portugueses a minoria, e aí é a nossa vez de ripostar e ter beneficios
Respostas: >>755
>>754
África do Sul diz olá. Esse é pior cenário. Seríamos como judeus no nosso próprio país culpados de todos os males e de toda a pobreza.
Respostas: >>759
>>743
>>744
>>746
O Zemmour em França chegou a ter 19% nas sondagens. Isso demonstra que há uma certa parte da população que quer saber
>só 0.1% da população quer saber
isso fica logo invalidado quando o PNR em 2015 teve 0.5% dos votos.
Em Portugal, de facto há menos pessoas a querer saber, mas há uma parte da população que quer saber. Estão é desorganizados. Muitos até votam no PS...
Respostas: >>759
>>752
Convido-te a olhar para os padrões de voto nos EUA, na América do Sul (e.g. Brasil, Argentina, Venezuela), em África (e.g. África do Sul, Nigéria, Zâmbia), na Ásia (e.g. Indonésia).

Há um padrão comum de teres grupo étnico X e grupo étnico Y:
- X é mais rico que Y. 
- X pensa que é mais rico por mérito próprio. 
- Y pensa que é mais pobre por culpa de X. 
- Y vota sistematicamente para retirar recursos a X.
- X vota para que não o chateiem.

Isto é o futuro de Portugal com >30% de brasileiros, pretos e respectivos descendentes.
Respostas: >>759
>>753
Não estás nos EUA. Nos EUA tens os dois grandes partidos a tentar intencionalmente dividir as pessoas na questão da raça, cá os dois grandes partidos não o fazem

>>755
Não estás na África do Sul. Queres comparar um país que nos anos 90 estava em apartheid a Portugal? Tem lá noção do que dizes, se faz favor.

>>757
Não conheço o que o Zenmour defende, mas lembro que não estás em França.
Quanto ao PNR, aquilo não são só os maluquinhos da substituição demográfica, caso não tenhas reparado. Tem lá uma série de outros maluquinhos também. Mas pronto, foram 27 mil votos, mesmo que concordem todos nisso contigo estão longe de ser uma quantidade significativa. E isso foi a única vez na história deles que passaram os 20 mil votos.

>>758
Portugal já há muito que vota para tirar aos que têm muito e dar aos que têm pouco. Concorde-se ou não com essas políticas, é factual que os portugueses no geral concordam com elas, e nesse aspecto os imigrantes pouco vão mudar.
Respostas: >>760 >>761 >>766 >>776
>>759
A transferência seria de portugueses para brasileiros, pretos e descendentes; não entre portugueses.

E eu estou a olhar só para o aspecto económico. Há políticas que procurariam elevar o estatuto social das minorias face aos portugueses (e.g. mudanças no ensino de história, e na produção cultural). A própria actuação da polícia e da justiça alterar-se-ia. Não tens acompanhado o que se passa nos EUA? Ou não sabes como é o Brasil? Achas mesmo que Portugal está igual hoje?
Respostas: >>763
>>759
>Queres comparar um país que nos anos 90 estava em apartheid a Portugal? Tem lá noção do que dizes, se faz favor.
O Apartheid foi criado para evitar dentro da África do Sul a situação que tu dizes ser indiferente para Portugal. De forma simplista, definiram "fronteiras" dentro da própria África do Sul. Não tenhas dúvida que a vida para os brancos na África do Sul era melhor com o Apartheid que depois dele, tanto que muitos fugiram do país quando o Apartheid acabou.
Respostas: >>763
Eu acho é mais engraçado que temos aqui danones que acham que quando portugal for 50% prectos vai continuar tudo na mesma e que eles são tão capazes quanto os Europeus lol.
Respostas: >>763
>>760
>Não tens acompanhado o que se passa nos EUA? Ou não sabes como é o Brasil? 
Não estás nesses países.
Curioso que já temos uma quantidade bem considerável de minorias e imigrantes e não há nada que aponte para eles quererem essas políticas da treta. Aliás, tens um partido que as defende (BE), e depois vais a ver e aquilo é só porcogueses brancos lá, kek

>>761
>defender o apartheid não ironicamente

>>762
Como se com os porcogueses estivéssemos bem, kek. Piores certamente não ficamos, isso é garantido.
Respostas: >>764 >>768
>>763
>Piores certamente não ficamos, isso é garantido.
Loooool, é preciso ser-se muito sheltered para pensar desta maneira, mas não te preocupes, aposto que quando fores o único branco no teu bairro certamente vai ser tudo como era antes e vamos todos dançar o kumbaya
Respostas: >>765
>>764
>aposto que quando fores o único branco no teu bairro certamente vai ser tudo como era antes e vamos todos dançar o kumbaya
Já sou, aliás toda a minha vida fui. Na escola também era dos poucos brancos. Nunca me aconteceu nada de mal devido a isso, lamento informar-te. Se calhar a ti é que te fazia bem conviveres um bocadinho com as pessoas para ver se te livras desses preconceitos patéticos.
Respostas: >>774 >>777
lezoo.jpg
[Esconder] (38.5KB, 492x460) ImgOps
>>759
>como tens por exemplo em sítios com grande imigração de fundamentalistas religiosos que vão querer colocar a sociedade de volta ao século XV
Bismillah não cometam os mesmo erros que nós no futuro. Se for para importar gente quero que sejam religiosos.
>>737
>A questão não está na nacionalidade danone, isso é uma coisa que tu e o Ventouro não conseguem atingir
A questão está precisamente na nacionalidade. O brasil é um país cristão e de lingua portuguesa. Portugal não vai ter problemas islâmicos porque o grosso dos imigrantes são do Brasil que é um país cristão. 
E mesmo os muçulmanos em Portugal são um meme porque  são quase todos da Guine-Bissau.
>O problema é a imigração em massa, sem condições, sem planeamento para além do hurr durr ninguém quer trabalhar pelo muhh salário emocional e a insistência em querer enfiar estas pessoas em sítios do país de onde os próprios locais fogem ou já fugiram sem nada fazer para os melhorar
Os maiores guetos são nos centros urbanos. Não sei do que falas. Tu não tens guetos no interior.
O número de indianos a trabalhar em estufas do interior são um numero irrelevante comparado com o numero de brasileiros a chegar a Portugal.
>Os portugueses têm filhos, mas os filhos emigram porque não têm maneira de viver cá 
há uma coisa chamada "índice sintético de fertilidade" ou "birth rates"
Desde 1982, que em Portugal, as mulheres têm em média menos de 2,1 filhos, que é o valor mínimo para garantir a renovação das gerações.
Portugal até podia ter 0 de emigração que mesmo assim ia continuar a perder população (velhos morrem)
>>763
Nos EUA, os brancos são cerca de 60% da população, e menos metade entre as crianças. No Brasil, os brancos são 50% da população.

Portugal, por comparação, tem, no limite, 85-90% da população branca. Além disso, os não brancos estão cá há pouco tempo e muitos não podem votar.

Na África do Sul, nos anos 90, os brancos eram 15% da população.

Há aqui estádios de evolução claros, de um país com 90% de brancos, para 50%, para 15%.
Respostas: >>770
ClipboardImage.png
[Esconder] (54.8KB, 897x784) ImgOps
>>768
Enganei-me aqui no caso de Portugal. 85-90% correspondem à população de origem portuguesa nativa. Da população de origem não portuguesa, 5.6% são europeus e 7.3% são não-europeus. Logo, a população branca é de cerca de 93% em Portugal.
>>738
>>736
não sei até que ponto esse discurso podia funcionar. 
Aquilo que o Zemmour e a Le Pen demonstraram em França é que a população prefere uma extrema-direita moderada a uma extrema-direita que fale na substituição demográfica.
Pelo menos em tipo de discurso, a Le pen consegue ter melhores resultados.
Respostas: >>773
>>772
A conversa da substituição populacional é incompatível com outra crença importante para a direita, que é a de que somos governados por elites que estão acima do poder político. Não só por isso mas também porque o discurso da substituição populacional também tende a causar escândalo nas pessoas e não dá a melhor ótica, convenhamos.
>>765
X
>>627 (OP) 
https://www.challenges.fr/france/67-des-francais-s-inquietent-d-un-grand-remplacement_785793
67% dos Franceses acreditam nela. Isso dos 0,1% em Portugal é impossível
zemmour.webm
[Esconder] (18.3MB, 1280x720, 03:07)
>>759
>Não conheço o que o Zenmour defende
Ele é a Le Pen, mas versão /pol/. Basta ver este video para ter uma ideia. 
>Quanto ao PNR, aquilo não são só os maluquinhos da substituição demográfica, caso não tenhas reparado. 
>Tem lá uma série de outros maluquinhos também.
concordo. o Ergue-te tem muito eleitorado negacionista. Eles participaram em muitas manifestações anti-mascaras, anti-certificado digital e parece que ganharam simpatizantes. 
>E isso foi a única vez na história deles que passaram os 20 mil votos
Estás a ser desonesto. o PNR estava em claro crescimento. O Chega foi quem matou o PNR. 
Quase ninguém sabe quem é o PNR ou o Ergue-te. Nós sabemos porque andamos em chans, mas o resto da população praticamente nem sabe da existência deles.
Pergunta a qualquer velho quem é o Ergue-te...
O Chega nas legislativas de 2019 é o PNR com atenção dos media. 
O potencial eleitorado do PNR foi quase todo para o Chega.
>>765
Aposto que és um chunga qualquer para me dizeres que és o unico português no teu bairro lol
Respostas: >>778 >>794
>>777
deve ser o admin quando vivia em angola
Respostas: >>779
>>778
Nem me admirava nada, o adminio do ptchan é um cuck gigantesco
9bdd6b9f5431283a1bb6a0dddce393f2e86b30f4e776c0c3bd70e07513e74eb8.png
[Esconder] (656.3KB, 540x800) ImgOps
>>777
Checkado
[Nova Resposta]
74 respostas | 9 ficheiros | 26 UIDs
A ligar...
Denunciar/Moderar

Acões:

Captcha:

NotíciasRegrasFAQLegal/DMCASourceDoar

Todas as marcas registadas, direitos de autor, comentários e ficheiros neste site são propriedade e responsabilidade dos seus respectivos autores e proprietários. Só um louco levaria o que aqui é escrito a sério.