/i/ - Internet

Onde retardados pescam idiotas


Nova Resposta
Nome
×
Opção
Mensagem
Ficheiros Máx 4100MB total
Tegaki
Password
Especial
[Nova Resposta]


ClipboardImage.png
[Esconder] (366.3KB, 960x640) ImgOps
Hoje em dia alguém se importaria se nos juntássemos a Espanha? Sim os políticos iam ficar todos revoltados porque iam perder o emprego mas iria algo mudaria na vida do cidadão comum? Talvez até mudasse para melhor...
>>242652 (OP) 
O portugues comum nao ia lidar bem com isso
Talvez com propaganda televisiva podia ser...
Mas o portugues comum odeia espanhois e tem orgulho na puteira de aljubarrota
Respostas: >>242654 >>242657
>>242653
isso é porque são ensinados na escola, parte da identidade portuguesa é "não somos espanhóis", mas alguém se importa com isso hoje em dia?
Respostas: >>242655
3792553373_5784d6ea2(...).jpg
[Esconder] (103.6KB, 500x350) ImgOps
>>242654
>mas alguém se importa com isso hoje em dia?
Pelo menos 3/4 da população portuguesa e a totalidade da população portuguesa com um minímo de orgulho e cultura.
Uma sujeição de Portugal à Espanha seria uma catástrofe. Outra história seria algum tipo de laço cooperativo mais estreito, mas isso dependeria da queda da monarquia castelhana e da libertação dos demais estados estados ibéricos, como nesta pica mas mais autista ainda.
>>242653
O teu maior problema nem seria isso, seria dar boas razões para a Espanha aceitar um pais cheio de divida, com um cenário politico diferente do deles, quantos deles iriam querer agora estar a pagar também para sustentar as pensões e segurança social portuguesa. Eles iriam ter de descentralizar completamente o resto do pais deles e iria ser um gasto burocrático e um custo muito grande de reconfiguração económica que o teu Espanhol comum iria perder no fim do dia.
t. agente da inteligência cuspanhola
>>242652 (OP) 
Já fazemos todos parte do mesmo "país", a ordem globohomo
Não te preocupes que daqui a umas gerações os porcogueses vão ser só mais uma minoria (e uma minoria com cultura internacional, criada em netflix e tiktoks e o crl) neste território e não vão fazer nada quando os homens de fato e gravata vierem oficializar o governo mundial
>>242652 (OP) 
Devíamos antes focar-nos em recuperar o território que perdemos
Glória ao Império Português
Já fazemos parte da UE que mais queres?
Screenshot_20221120-(...).jpg
[Esconder] (89.8KB, 795x758) ImgOps
Tu VAIS ajoelhar-te perante um rei estrangeiro
Tu VAIS comer churros ao pequeno-almoço
Tu VAIS pôr leite na bica
Tu VAIS beber cerveja morta
Tu VAIS ensinar castelhano aos teus filhos como primeira língua 
Tu VAIS falar à sopinha de massa
Tu VAIS ouvir reggaeton e trap latino
Tu VAIS ver os filmes dobrados
E VAIS gostar
Os espanhóis que se juntem a nós. Olha que caralho.
>>242652 (OP) 
Se Madrid já trata mal a galiza e a catalunha imagina o que fariam a nós.
Untitled.png
[Esconder] (42.8KB, 259x306) ImgOps
>>242747
*Uma confederação ibérica (caso a monarquia deles caisse e algumas regiões ficassem mais independentes) seria interessante. Pelo menos uns acordos mútuos de economia/defesa/etc. FIcava-se com mais peso na UE.
Spoiler Ficheiro
(3.1MB, 368x208, 01:39)
>>242747
isto?
>>242747
>Trata mal
Queres dizer sustenta? Algo comum entre esses movimentos em Espanha e os do Reino Unido é que eles só olham para o seu número do GDP e não percebem que têm a riqueza toda devido a interconexão com o mercado nacional. Não fazem ideia o quão mal vão passar se decidirem sair e competir com outros internacionais para o mesmo mercado. 

Estou curioso para ver o que a Escócia vai fazer se conseguir mesmo a sua independência e depois perceber que a UE não os vai deixar entrar tão facilmente só para dar giba, não conseguem sustentar o seu sistema de saúde etc
[Nova Resposta]
14 respostas | 5 ficheiros
A ligar...
Denunciar/Moderar

Acões:

Captcha:

Onde estão os animais?
NotíciasRegrasFAQStreamDoar

Todas as marcas registadas, direitos de autor, comentários e ficheiros neste site são propriedade e responsabilidade dos seus respectivos autores e proprietários. Só um louco levaria o que aqui é escrito a sério.