/i/ - Internet

A Internet


Nova Resposta
Nome
×
Opção
Mensagem
Ficheiros Máx 4100MB total
Password
Especial
[Nova Resposta]


ClipboardImage.png
[Esconder] (498.1KB, 770x513) ImgOps
Se viajassem longe o suficiente da terra e olhassem para trás para o planeta conseguiriam ver os dinossauros.
Pensem nisso.
terias que viajar mais rápido que a luz, mas sim em teoria seria isso
Respostas: >>218826 >>218829
>>218825
>>218823 (OP) 
isso do universo não faz sentido nenhum 
o que é isso de infinito? então não acaba?
quer dizer, um gajo anda kms e kms e há sempre coisas???
não percebo qual é o fim jogo
Respostas: >>218849
d5bbb57952e0b7a45e38373ec3d890419a3c6b6e1b54e1a1dbc76b55f7593846.png
[Esconder] (213.2KB, 700x950) ImgOps
O OP esqueceu-se de mencionar que tinham de viajar mais rápido que a luz e, naturalmente, é um fagote.
Respostas: >>218829
begita.gif
[Esconder] (935.6KB, 500x300) ImgOps
Como a foda você vai ver algo que já aconteceu, camarada?
Então quer dizer que se eu viajar pra perto o suficiente da terra e olhar pra frente vou poder ver o futuro?
HUE!
Respostas: >>218830
a48f7c2694664658d1fbcfaa70ece21968eed770c4f5bf241820954bedf64e65.png
[Esconder] (2.9MB, 2039x2893) ImgOps
>>218827
>>218825
Ups, este amigo já tinha dito. Pega o teu (tu).
>>218828
agora mesmo estás a ver luz de estrelas que já não existem
Respostas: >>218835
Não veríamos os dinossauros, mas a imagem deles gerada pela luz. Obviamente, precisaríamos viajar mais rápido que a luz.
Respostas: >>218833 >>218834
66074e734aca968b7386a157be78105870676464cef25b31b8cce8d4c8fa44b1.jpg
[Esconder] (112.8KB, 679x807) ImgOps
>>218831
Mesmo que estivesses no passado a olhar para os dinossauros com esses dois belos olhinhos não os estarias a ver por essa definição.
Tudo o que tu vês é a imagem (passada) gerada pela luz.
>>218831
eu não quero ver dinossauros.
eu quero ressuscitar dinossauros.
imagina o parco jurássico na vida real
1642117786365.jpg
[Esconder] (1.5MB, 2385x2862) ImgOps
>>218823 (OP) 
n-não é assim que isto funciona...
>>218830
isso é uma especie de meia verdade. Não existe um momento unico em todo o universo. Aliás, 2 entidades em pontos de referencia distintos nem conseguem concordar se um evento aconteceu ao mesmo tempo ou não. Se fosse começar uma viagem até as estrelas, sim. Podias dizer que o tempo que demoras até chegar lá é demasiado para apanhares as estrelas ainda vivas, mas o facto de tu te começares a dirigir para elas só por si vai mudar o evento da sua "morte" para ti. Então afinal, quem está certo. Quando morreu afinal a estrela? depende de quem está a observar
https://www.youtube.com/watch?v=5qQheJn-FHc

cumps
ihta.jpg
[Esconder] (167.9KB, 750x551) ImgOps
>>218823 (OP) 
a ciência é satanismo aplicado, cumpes
Respostas: >>218839 >>218840
>>218838
Isto, o CERN é o portal para o Inferno
https://www.youtube.com/watch?v=nZofciM24d4
1642114082387.png
[Esconder] (1.8MB, 1024x794) ImgOps
>>218838
https://www.youtube.com/watch?v=GOrWy_yNBvY
Tudo o que alguma vez existiu, existe e irá existir segue a marcha interminavel para o fim. É inevitavel mas é também a razão pela qual nós existimos.
há quem diga que no fim. Devido às implicações fisicas que isto tem com a dispersão da materia de igual forma (morte termica do universo, entropia etc) e efeitos relativisticos à mistura vai gerar uma contracção do universo e consequente o big bang
Ouviram aqui primeiro.

sendo que tudo no universo é reduzido a fotões e sendo que fotões viajam à velocidade da luz. Do ponto de vista deles todo o universo é contraido a um simples ponto como num buraco negro. Uma singularidade. Sabemos que o espaço-tempo é uma entidade que depende inteiramente da materia que o compõe e que para todos os efeitos o universo é um reflexo das entidades que o habitam e não o contrario (por exemplo, o efeito de massas no tecido espaço-tempo). 

para quem não sabe, uma particula que se desloque à velocidade da luz (que são todas as entidades no universo, apenas os fotões dão 100% da sua velocidade ao espaço) https://www.youtube.com/watch?v=au0QJYISe4c atravessa "todo" o espaço e não "tem" tempo
Para uma particula assim, tanto a terra como "o outro lado" do universo estão exactamente no mesmo sitio.

Se todas as particulas no universo se degradarem para simples fotões é possivel dizer que existe espaço e tempo? existe para quem?
Respostas: >>218841 >>218842
>>218840
>ouviram aqui primeiro
os negacionistas vão levar tanto show daqui a 86 mil milhões de anos
>>218840
>toda essa ladainha
<ainda tenho que acordar pra trabalhar se não vou virar mendigo
Respostas: >>218843
>>218842
Só acordas se quiseres
>>218823 (OP) 
>Se viajassem
Manito manuxo, os fotões que sairam da terra na altura dos dinossauros ja vão longe para catano para os apanhares.
>>218826
o universo não deve ser infinito porque a energia no big bang não era infinita, nós simplesmente não conseguimos ver a verdadeira dimensão do universo, apenas uma pequena parte
Respostas: >>218859
1642114257047.png
[Esconder] (734.6KB, 900x530) ImgOps
>>218849
O que há para além do universo?
Respostas: >>218872
>>218859
Outros universos.
Respostas: >>218873
O grande bang é um meme de origem num padre católicuco.
Consegues "ver" e até deduzir o infinito. Não pela energia que se propaga; Mas pelo meio em que ela se dispersa, essa "membrana" chamada erroneamente de vácuo estende-se para lá dos epicentros energéticos como o tal foco a que chamamos bigus bangus.
>>218872
LoL menos marvel roto
Respostas: >>218875 >>218876
>>218873
E essa camada (a tal membrana) esconde um numero mais elevado de corpos do que a dimensão que a ela se sobrepõe.
Por exemplo, existem mais partículas no corpo humano do que estrelas e planetas no espaço sideral.
>>218873
Explica lá esse comentário
Estás a dizer que o universo é infinito mas a matéria que o compõe não é?
Ou seja, se eu me afastar o suficiente do epicentro do big bang vou só andar no meio do nada sem nada à minha volta?
Respostas: >>218880
>>218876
Vou fazer uma analogia um pouco nojenta mas acho que vais perceber.
Imagina uma borbulha. O sebo está a circular por baixo da tua pele, até que se acumula naquele ponto e faz a espinha. Se tu viveres à tona da pele vais pensar que só há pus naquele ponto da infecção.

Pode ser que haja outros bigues bangues, mas não outros universos, pode haver uma dimensão superior há nossa, aliás as dimensões serão teoricamente infinitas, mas tudo coabita no mesmo universo, até porque partilham uma coerência de escala.
Respostas: >>219461
à*
Honestamente, ainda não percebo o porquê do conceito de que quanto mais rápido se anda, mais devagar o tempo passa.
Na minha mente se haver 2 relógios (1 na terra e um outro numa nave) porque raio o da nave que vai (faz de conta) à velocidade da luz gira mais rápido? Assumindo claro condições semelhantes gravitacionais e sincronia inicial perfeita.
Respostas: >>218884
>>218882
O "tempo" não existe.
"Tempo" é uma abstração humana.
"Tempo" é o movimento das coisas no espaço.
Todas as coisas no Universo se movem simultaneamente, num único instante.
>>218884
É o que eu penso. Não consigo perceber o porquê da dilatação do tempo em termos que façam sentido. Não sou físico nem estou a desacreditá-los mas gostava de perceber pq raio afirmam tal.
>>218887
>dilatação
Da Deusa Latona rainha do anoitecer.

O Nicolaau Terra descreve o horizonte entre o tempo e o espaço(luz) como nos filmes de terror, o monstro é algo que está sempre escondido e tu tens medo dele por essa mesma razão de ser imperceptível. 
Se não consegues perceber, não faz mal, quando morreres, seja em vida ou no pós, vais inteligir (pun leitoso)


Pensa assim, o tempo é uma memória (moneta), e a luz (letea) é algo que "condensa" "deturpa" "torna visível"  essa memória, para que o possas "digerir" (sim é um pun na letea (leite) via láctea). Se tu quebrares a barreira da luz, conseguirás ver para lá daquilo que ela oculta, ou seja o tempo pode ser transposto (aletea),  para o futuro ou passado.

O que estás tu a fazer neste momento se não a viajar para o meu passado, visto que estás a ler esta posta no futuro relativo ao tempo em que o escrevi?
>>218894
Isso não é tempo. 
Viajar no tempo é impossível, porque "tempo" não existe. Ou você é capaz de viajar por diferentes linhas temporais? 
Pois é, você não consegue mudar de linha temporal, mas consegue se mover pelo espaço.
Tempo é uma abstração humana a partir do movimento que as coisas fazem no espaço e nada mais.
Respostas: >>218902 >>218905
>>218894
Complementando, se você quisesse viajar ao passado, teria que reverter todo o movimento que as coisas fizeram desde esse passado até o presente. Percebeu? Reverter o movimento. Obviamente, todo o movimento de todas as coisas do Universo, o que seria impossível.
Respostas: >>218902
maxresdefault.jpg
[Esconder] (76.4KB, 1280x720) ImgOps
>>218887
>afirmam
O sistema actual gps não funcionava se não tivesses em conta estes efeitos https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5253894/
Não ironicamente vê este vídeo se souberes inglês. https://m.youtube.com/watch?v=5qQheJn-FHc Dá para visualizar o porquê da dilatação do tempo. 

Basicamente, corpos diferentes percorrem distâncias diferentes no espaço tempo, mas todos os corpos (incluindo tu e eu) andam à velocidade da luz. Tudo o resto são efeitos relativísticos entre corpos. 
O que para ti aparenta ser uma linha recta pode não se verificar como sendo uma linha recta no tecido espaço tempo. Aliás, a gravidade é um exemplo disso. Se atirares uma pedra para o ar na diagonal ela vai descrever uma parábola e não segue em linha recta até ao infinito. Isto é porque devidos aos efeitos da gravidade os geodésicos do espaço tempo "dobram" a tender para o centro da terra.
É um bocado difícil de descrever até porque eu não sou nenhum especialista. Mas existem aí bons videos que te dão uma ideia mais fácil de engolir se fores um normaloide como eu.
O essencial que tens de entender é o que espaço e o tempo não são 2 entidades distintas. Elas são efectivamente a mesma coisa e não podes ter espaço sem ter tempo e vice versa.
Respostas: >>218902
3160976ec24ced0262408b0a95849327b4567b8b2ddcceb72b672460bd2bf848.jpg
[Esconder] (105.6KB, 527x527) ImgOps
>>218884
>t.Zenão se move nada
9f3d311f8c62070df92d96c27102467f05323f0362176c1e17836731d0ec1543.jpg
[Esconder] (9.8KB, 168x300) ImgOps
>>218896
>>218897
>>218898
O tempo precede o espaço mas depende deste para se propagar.
O tempo não existe.
>>218896
Tu consegues-te mover mais "linearmente" pelo espaço tempo que efectivamente é viajar no tempo. Ou estou errado? Mesmo sendo uma construção humana (que não sei se é) tu podes observar que alguém que no caso extremo se desloque a 99% da velocidade da luz e depois volte à terra para todos os efeitos viajou no tempo e foi ao futuro.
Respostas: >>218906
>>218905
Não foi ao futuro porque o futuro não existe. Só o que existe é o momento presente, que é o instante presente e nada mais. Passado e futuro são abstrações humanas. 
Viajar próximo à velocidade da luz e voltar não é viajar ao futuro. Você apenas se moveu mais rápido, enquanto outras coisas se moviam mais devagar, mas tudo ocorreu simultaneamente, nos mesmos instantes.
Respostas: >>218908 >>218912
>>218906
Estás errado.
Os tempos são efectivamente relativos ao espaço.
Ou seja a velocidade da luz e até velocidade sub-planck mais rápidas afectam a tua posição temporal.
>>218908
Ah, é? Então reverte o movimento das coisas no espaço para eu poder voltar ao passado...
Respostas: >>218912
>>218908
Vá estudar entropia.
>>218908
Não existe posição temporal. Não existe linha temporal. Não existe tempo.
>>218906
Outra forma de dizer >>218894 isto. É o mito de psyque e Eros. 
Ela nunca pode ver o seu amado porque ele representa essa casmo entre o tempo e o espaço.

O que eu te estava a tentar demonstrar é que tu estás efectivamente a viver deslocado do presente, pelo menos na tua psique.

>>218909
Mas tu estás a ir ao passado ó zé. Se não como é que estarias a ler isto? Duh, estás efectivamente a alterar o passado porque estás no futuro LITERALMENTE e isto foi influenciado por ti, isto sendo esta posta feita no passado.
Respostas: >>218914 >>218915
>>218912
O movimento pode ser registrado. Mas não há linha temporal alguma. É apenas movimento. Instantes se sucedendo e só. Não há passado ou futuro. Tempo é uma mera abstração humana. 
Você está tão imerso nessa abstração que não consegue raciocinar fora dela.
Respostas: >>218917
>>218912
Tudo ocorre num único e mesmo instante. Se algo foi registrado por algum equipamento, não significa que aquilo seja o passado. 
É a mesma coisa que confundir a imagem dos dinossauros gerada pela luz com os próprios dinossauros.
Respostas: >>218917
70ed66517e1cbef738cd98a9eaea354d12afc45fd635082af7832915af9d42f6.jpg
[Esconder] (28.5KB, 567x565) ImgOps
>>218914
>>218915
Sim, é como aquela cena do peixe que pergunta "Como está a água hoje rapazes!"
Mas isso não invalida os efeitos.
Tu chamares isso de "movimento" estás a fazer uma transferência semântica. 
Claro que o tempo é uma abstracção para efectuarmos metáforas, mas a não ser que estejas num estado estático atemporal, então estás só a armar-te em xico esperto.
>>218887
Entropia
cumps
Respostas: >>219432
>>219428
Boa posta Miguel
Já sabes qualquer coisa!
>>218880
Deixa-me ver se te percebo, tás a dizer que:
>Temos uma malha infinita, e que o nosso "mundo", formado a partir do big bang vive nessa malha
>Existe a possibilidade de existirem mais "mundos" nessa malha
>Essa malha não dita dimensões e portanto teoricamente podem existir mundos com 4, 5, 6 ou mais dimensões

>>218884
>O "tempo" não existe.
>Todas as coisas no Universo se movem simultaneamente, num único instante.
Mesmo por essa perspectiva existe o tempo, as coisas estão a acontecer todas num único instante e "para a frente".
Então estás a querer dizer que existe um tempo (as coisas andarem para a frente) e um "tempo" relativo?
Respostas: >>219467
>>219461
>tás a dizer que
O big será supostamente a matéria que está na dimensão "por baixo" da nossa, a ser expelida. Como a nossa dimensão é mais ampla e a outra está compactado funciona um pouco como a pressão pneumática.

A malha não difere da matéria propriamente dita, está é num estado "inerte" é a tal transferência de energia entre as dimensões que causa aquilo que descrevemos na fenomenologia, como sendo, as coisas que existem aparentemente.

Essa malha obedece à fractilidade como nós. 
Imagina a Terra, ela tem dois polos, ou um íman magnetizado, até o ser humano tem a boca e o rabo, o teu cérebro tem os micro tubios... Todas as coisas, inertes os animadas, têm essa estrutura de "missanga" toroidal.
Quando existe uma transferência energética, as "missangas" oscilam para a coisa "se desenrolar".

Uma questão será se as dimensões "superiores" e "inferiores" são infinitas, no sentido de se propagarem na sua pequeneza ou grandeza, ou se existem um loop e estão ligadas uma à outra, mas a complexidade não deixaria de ser infinita; Quase como uma pista de F1, as voltas podem ser à mesma pista mas serãosempre diferentes.
ClipboardImage.png
[Esconder] (284.3KB, 680x590) ImgOps
>>218823 (OP) 
>>218823 (OP) 
>alguém que pense
[Nova Resposta]
51 respostas | 14 ficheiros
A ligar...
Denunciar/Moderar

Acões:

Captcha:

NotíciasRegrasFAQLegal/DMCASourceDoar

Todas as marcas registadas, direitos de autor, comentários e ficheiros neste site são propriedade e responsabilidade dos seus respectivos autores e proprietários. Só um louco levaria o que aqui é escrito a sério.