tudo i br int a c des fit t v w 3d meta

/i/ - Internet

codificação por cores a partir de identificação numérica
Nome
Opção
Comentário
Especial
Ficheiro
Áudio Abrir gravador
  • Lê as Regras e o FAQ antes de participar.
  • Voltar  Arquivo 

    1613865117117.png  (48,11 KB, 181x167) ImgOps

     /#/ 157892

    Titulo- Doação de espermatozóides e de ovolus cai a pique.

    Doações de Gâmetas
    Ovociotos 2017/21 2018/34 2019/8
    Esporrinhas 17/77 18/65 19/8 20/0

    "Há seis anos a tentar engravidar e após tratamentos falhados (...) Patricia Barreira, 34 anos, e Vanderlei Oliveira, 41, (...) Entre um primeiro tratamento, falhado, que custou 3900 euros e um segundo, bem sucedido, de 5090 €, numa clínica em Coimbra..."

    Molho; Expresso.

     /#/ 157893

    Alguém esporre

     /#/ 157894

    O processo é bastante burocrático, não é simplesmente chegar lá e bater uma e já está, como se fosses dar sangue. Tens de ter várias consultas com um médico para analisar o teu historial e fazer várias recolhas para análise prévia. Só depois é que és chamado para fazer a recolha final.
    Os hospitais que fazem a recolha são só uns 3 ou 4 em todo o país, ou pelo menos era assim quando me interessei no assunto e quis doar.
    E tem o problema da privacidade. Há uns anos aprovaram uma lei que possibilita o teu filho que saiba quem és depois dos 18 anos.

     /#/ 157896

    1613867781462.png  (486,18 KB, 582x503) ImgOps

    Já nem para contribuir para o milagre da vida!

     /#/ 157900

    >>157894
    Era giro isto ser um processo simples como doar sangue. O governo podia facilitar o procedimento e diminuir a burocracia, e podia ainda estimular o aumento das doações ao designar enfermeiras especiais para a recolha manual do esperma.
    Eu não doo sangue porque tenho fobia de agulhas, mas gostava de contribuir de outra forma

     /#/ 157912

    >>157900
    >tenho fobia de agulhas
    Quando foi a última vez que fizeste análises ao sangue?

     /#/ 157913

    >>157900
    E a doação pelo método tradicional?

     /#/ 157915

    >>157913
    >Posso doar dentro de ti?

     /#/ 157916

    >>157900
    O problema é que eu até percebo a burocracia. Doar sangue basta fazer as análises típicas para saber se não tens alguma doença.
    Se vais doar espermatozóides é necessário ter a certeza que os espermatozóides são de qualidade porque vão ser armazenados, não vão ser utilizados a curto prazo, e porque é necessário garantir que as possibilidades de transmitir doenças hereditárias sejam baixas. Doar sangue e doar espermatozóides são níveis de risco muito diferentes.
    Ainda assim gostava de doar um dia. Há qualquer coisa de fascinante em saber que os meus genes foram espalhados por aí algures.

     /#/ 157917

    Têm que ter ESPORRA ALFA, se não tiverem ESPORRA ALFA são REJEITADOS. Quando uma mulher vai às procura de esporra quer a melhor esporra, a esporra de um CEO musculado de 1 metro e 90 ou a esporra de um neurocirurgião conceituado.

     /#/ 158094

    >>157916
    >Há qualquer coisa de fascinante em saber que os meus genes foram espalhados por aí algures.
    Isto para mim seria assustador.
    Não pelo facto de carregar parte do meu material genético mas sim por ter sido eu o responsável por dar inicio ao processo que geraria o tal ser.
    Se até as minhas merdapostas me dão um certo nojo por terem o potencial de ser estenderem no tempo, imagina isso.

     /#/ 158107

    >>158094
    imaginem ser moambadas ao ponto de não terem vontade inata de cumprir o desígnio natural

     /#/ 158115

    >>157912
    Praí há uns 10 anos, para uma cirurgia

     /#/ 158144

    >quase mil mulheres á espera que o esporrinhas se esporre
    https://outline.com/apGhnw

     /#/ 158192

    >>158144
    Isso não vai mudar enquanto só existirem 3 hospitais (Porto, Coimbra e Lisboa), capazes de fazer a recolha.

     /#/ 158215

    >>158192
    >(Porto, Coimbra e Lisboa)
    Alguém está a tentar #cancelar os Al-Gharbs da poça genética.
    cumps.

     /#/ 158217

    >>158215
    Como se al-Lixobuna fosse muito menos moura que o reino dos Algarves

     /#/ 158228

    >>158215
    Eu até podia ter um hospital do outro lado da rua que não iria doar esperma nenhum. Se não conseguem ter filhos, problema deles. O esperma é meu. Também não posso muita coisa e só tenho é que lidar.

     /#/ 158541

    Tenho um colega que fez doação de esperma, foi submetido a avaliação física e psicológica, perguntaram-lhe se ele autorizava que o filho soubesse quem era o pai (ele disse que caso o filho quisesse entrar em contacto com ele, o hospital antes teria de lhe pedir autorização.
    Foi um bocado carga de trabalho, no fim recebeu 20 euros, diz que para óvulos pagam bem mais.

    Ele tem um limite de 7 ou 8 filhos e fica inscrito numa base de dados nacional, portanto não pode ultrapassar o limite mesmo que vá a outro hospital fazer a doação.

    Ele ainda não sabe quantos filhos tem mas se quiser saber é só ligar ao hospital para perguntar.

    Ando a considerar doar mas não sei se vale a pena a trabalheira por 20 euros.

     /#/ 158544

    Foi na maternidade do Porto, se alguém tiver interesse.

     /#/ 158546

    >>158541
    >limite de 7 ou 8 filhos
    Parece que a única forma de ser um Gengis Khan moderno é realmente através do sequesso não consensual

     /#/ 158577

    >>158541
    o teu amigo espetou-te uma bela treta e tu comeste feito papalvo
    não acontece nada dessa forma



    Voltar[Resposta rápida]
    Apagar Comentário [ ]
    tudo i br int a c des fit t v w 3d meta