tudo i br int a c des fit pol t v w 3d meta

/i/ - Internet

codificação por cores a partir de identificação numérica
Nome
Opção
Comentário
Especial
Ficheiro
Áudio Abrir gravador
  • Lê as Regras e o FAQ antes de participar.
  • Voltar  Arquivo 

    1610448557621.jpg  (287,14 KB, 828x1158) ImgOps

     /#/ 14854550 🔥

    >arranjar um emprego em 2021

     /#/ 148546

    a minha cara quando até trabalhos de armazém são altamente competitivos hoje em dia

     /#/ 148549

    >>148546
    arrumar caixas num armazém por salário mínimo é um privilégio seu comuna

     /#/ 148550

    >>148546
    A minha inquilina trabalha nos RH de uma metalúrgica, para um lugar de assistente operacional para o armazem , que é trabalho de manter as coisas limpas e organizadas, saber onde está cada coisa caso seja precisa e manter um inventário no Office do PC para saber o que é preciso encomendar, tem 60s CVs para ver até dia 15. E a vaga é só uma.

     /#/ 148552

    1610450988925.png  (443,75 KB, 960x960) ImgOps

    >>148550
    > A minha inquilina
    xô daqui senhorio sua escumalha

     /#/ 148553

    Num pais pseudo socialista não há emprego, novidade do caraças.

     /#/ 148557

    Algum desempregado aqui?

     /#/ 148558

    >>148546

    um operador de armazém normalmente tem de ter formação de condução de empilhadoras e outra certificações de segurança: só pequenos armazéns estilo retalho e pequenas fábricas contratam fiéis sem isso.

     /#/ 148559

    >>148557
    30 anos e nunca tive um emprego. Agora também já não quero.

     /#/ 148563

    Estudasses, emigra etc etc
    >>148559
    Baseado xuxador

     /#/ 148564

    Eu quando preciso de alguma coisa gamo, o que só por si já dá bastante trabalho.

     /#/ 148565

    >>148552
    Tenho 2 moradias e um apartamento em Lisboa, arrendados com famílias, vais ter que lidar com isso, irmão.

    >>148559
    Estás a sugar o Estado da forma errada, se nunca trabalhaste, não podes ter o sub. de desemprego. Por isso não estás a chuchar completamente, precisas do Estado a dar-te dinheiro sem fazer nada para ser um chuchador baseado.

     /#/ 148568

    >>148550

    grande parte das lojicas estão a despedir e os restaurantes que não fecharam não precisam de garçons e não há hotéis nem hostels trendy e tuke tukes.

    onde é que queres que os pretugueses trabalhem num país desindustrializado e pouco competitivo?

     /#/ 148573

    Trabalhos para armazém é o que não falta. Se és de Lisboa, eixo Azambuja, Alverca, Póvoa. Se és do Porto e arredores, Maia. Braga tem tido imensas ofertas para armazém.

    Já fiz tudo o que há para fazer em armazém, já não suporto essa área.

    Os piores são os alimentares e hipers. Os melhores são os farmacêuticos. Pagam bem acima da média.

     /#/ 148576

    >>148568
    deviam aprender a programar, claro

    também não há grande problema, o BCE está a imprimir dinheiro à doida e mesmo assim estamos oficialmente em deflação... agora era a altura para fazer uma obra faraónica tipo TGV Lisboa-Vigo.

     /#/ 148577

    >>148573
    O que fazes num armazém, andas de empilhador?

     /#/ 148578

    >>148577

    Tudo o que há para fazer em armazém: cargas e descargas, conferência, picking, gestão de stocks, compras de material (admin logística), logística inversa, etc. Tudo. Desde mercadoria entrar, verificada, stockada, processada, voltar a sair.

    É um trabalho que até podia ser porreiro não fossem esmifrarem-te ao máximo. Picking é por norma a porta de entrada. É a função mais básica. Evitem Sonae, Pingo Doce, MiniPreço. Os alimentares são mesmo os piores.

     /#/ 148581

    >>148576
    >deviam aprender a programar, claro
    um cancaro, há tantos doutores que daqui a uns anos programar vai dar direito ao salário mínimo

     /#/ 148585


     /#/ 148586

    >>148581
    >ele não sabe que pode sair do país

     /#/ 148587

    >>148581

    parece quase que se devia pensar no planeamento profissional e ver diversas opções de formação em vez de ir seguindo o que o povinho diz qUe tÊm mOiTa sAíDA!!!

     /#/ 148588

    mas continuem a incentivar alunos para irem estudar sociologia para o politécnico de santa cona acima para acabarem militantes do BE e caixas do pingo doce a merdapostar contra os moinhos no xã.

     /#/ 148592

    mcq só tenho experiência como operador de supermercado e call-center, mando cv para supermercados porque já estou farto de neet'ar e nem me dizem nada.
    >estudasses

    Sorte: Boas noticias vão chegar pelo correio

     /#/ 148593

    >>148592
    Adquire

     /#/ 148595

    >>148592
    Tiraste boa sorte, o núbio vai te abençoar.

     /#/ 148597

    >>148592
    torna-te terrorista islâmico, eles precisam sempre de gente

     /#/ 148600

    >>148563
    eu até estudei mas depois vieram os chineses e fuderam tudo com a aeroçida. e depois nas entrevistas o autismo não ajuda nada

     /#/ 148602

    >>148600
    Boas, tenta adqurir

     /#/ 148606

    1610467388934.png  (9,35 KB, 224x250) ImgOps

    >>148600

    >não consegue arranjar trabalho num fodasse supermercado.


    >"aaaa a culpa é do covide e dos Chinas e o caralho"

     /#/ 148608

    >>148606
    não estou a procurar nos supermercados, ainda tenho esperança de ser doutor

     /#/ 148609

    >>148600
    A mim foi o Passos que me fodeu a vida mano.

     /#/ 148610

    >>148609
    O Passos quase que não governou, só seguiu as indicações da troika. Culpa antes o Sócrates e os restantes idiotas antes dele

     /#/ 148611

    Pronto, tinham de sair os escravozitos do covil na galhofa, a rirem-se dos que nem sequer conseguem ser escravos. É tudo o que resta em Portugal, escravos e esclavagistas.

     /#/ 148613

    1610468106362.png  (Spoiler, 7,24 KB, 443x474) ImgOps

    >>148611
    adquire

     /#/ 148614

    >>148611

    fechaste a caixa antes de vir a pausa Danone?

    olha que a Dona Madalena já avisou que vais para a rua se continua a faltar dinheiro no fecho e andares com conversas de sindicalista.

     /#/ 148616

    1610468747018.png  (256,86 KB, 866x866) ImgOps

    >>148606
    a culpa é da sociedade
    cumps.

     /#/ 148617

    >>148613
    >>148614
    A vossa palermice é apenas muito comum, amigos. Se não fossem gentinha medíocre que só ambiciona à classe média e à vida de assalariado, seriam raça mestre burguesa e sentiriam pena de não terem oportunidade de empregar mais gente. Com sorte um dia sairão da vossa estrumeira mental e Portugal sairá um país mais rico disso.

     /#/ 148626

    >>148602
    >>148606
    Desemprego jovem está entre 20 a 25%.

     /#/ 148628

    >>148626
    isso são apenas "dados oficiais"

     /#/ 148630

    >>148626
    São os 20% que ainda não saíram do país por serem atados. Os que não são jovens, ou adquirem ou matam-se.
    É o ciclo da vida

     /#/ 148632

    >>148630
    esqueceste-te de "ou organizam-se politicamente e destroem muitas coisas boas no processo"

     /#/ 148633

    1610470853542.png  (283,25 KB, 750x713) ImgOps

    >>148630
    A média da EU27 também é por volta dos 20%.

     /#/ 148642

    1610475645309.png  (3,72 MB, 1920x1080) ImgOps

    >>148545
    já pensaste em ser hacker?

     /#/ 148643

    >>148606
    Num PD, caso não conheças nenhumas das de meia idade que trabalhem lá há 10 anos, esquece. Se não fores gaja, esquece. Se conheces as pessoas, és gaja, e bonus és br? Aí arranjas. Se fores gajo só arranjas no talho e e e...

    >>148609
    Quê? Eras funcionário publico? Porque o Passos só fodeu realmente esses com os cortes e certos privilegios que tinham

     /#/ 148644


     /#/ 148645

    >>148642
    Um ácaro ao nível do buzzybee

     /#/ 148650

    1610476518738.png  (101,07 KB, 1611x657) ImgOps

    >>148606
    Só existem 19 vagas de emprego no Pingo Doce em todo o país.
    19!

     /#/ 148652

    >>148644
    Pingo Doçe

    >>148650
    Aqui devem existir vagas para talhantes. Eles estão sempre sa queixar que os moços cagam naquilo e vão se embora passado uns tempos. Pudera, filas com 10 pessoas, com saloias de nariz empinado a pedir 7 coisas diferentes e serem picuinhas "com isto e aquilo e os ossos e a pele e as tripas, e assim não faça assado" "ah não, ponha mais um bocadinho, não tanto menos, não mais um bocadinho, CHEEEGA". Ainda para mais quando só um está atender essa gente toda.

     /#/ 148655

    >>148652
    https://www.pingodoce.pt/junte-se-a-nos/oportunidades/
    10 em 19 são no talho.

    E esses jovens se for como um jovem do continente do coimbrashopping nem sabe cortar nem sabe o que está a cortar.

     /#/ 148657

    >>148655
    Pois, isso são coisas que requerem tempo para aprender. E aquilo é muito chato, mais quando se lida com saloias chatas e ainda têm que empacotar caixas e cortar essa carne a parte.
    Ao lado do Pingo Doce daqui existe o Mercado da Carne que lhes roubam a clientela toda, a carne do PD também não é grande coisa.

    Falando em cortar, nem na puta da charcutaria sabem. Eu até entendo quando é malta recente porque ainda estão aprender e aquilo é literalmente o estágio deles, mas foda-se, gente que estão lá aos anos? Cortar queijos e fiambres todos desfiados? Que mimo.

     /#/ 148661

    Ainda há umas semanas o Pingo Doce meteu N anúncios a procurar pessoas no netempregos. Muitos para os armazéns na Azambuja.

     /#/ 148662

    1610481025515.jpg  (67,33 KB, 498x594) ImgOps

    >>148545
    tou desde junho de 2019 sem emprego, ja tive entrevistas sem sucesso, CVs enviados sem resposta. ja nao sei o que fazer

     /#/ 148665

    >>148662
    Não estás a tentar suficientemente. Até mesmo zucas ilegais conseguem emprego, por que é que não irias tu conseguir também? Estás realmente disposto? O emprego dos teus sonhos não cairá no teu colo

     /#/ 148667

    >>148665
    zucas ilegais não tem expectativas altas, vão trabalhar nas obras ou coisas parecidas

     /#/ 148668

    >>148667
    Já não é algo para alguém que não trabalha desde Junho de 19 e não consegue emprego em qualquer outro lugar?
    Não se trata de ter altas expectativas, mas tão-somente obter dinheiro a curto prazo.

     /#/ 148669

    1610484730960.jpg  (54,01 KB, 620x731) ImgOps

    >>148668

    homemcriança, anon
    anon, homemcriança

     /#/ 148670

    >>148665
    >"até os ilegais arranjam emprego, anon"
    >ilegais esses, que sendo ilegais não podem trabalhar legalmente, logo, sendo ilegais significa que os patrões não pagam impostos ao estado como pagariam se fosse legal
    >"mas anon, não tentas o suficiente"
    Epa, foda-se. Isto há com cada cromo

     /#/ 148671

    1610485301568.gif  (396,38 KB, 500x281) ImgOps

    >>148670
    soubesses fazer alguma coisa de jeito

     /#/ 148672

    >>148670
    Olha a ginástica mental que acabaste de fazer. Torna-se realmente impossível arranjar emprego dessa forma

     /#/ 148675

    >>148671
    qmd que a minha fofinha me montasse assim

     /#/ 148676

    >>148671
    Eu nem sou o anon que disse que está desempregado.Mas quando este anon >>148665 diz isto, está a dizer qualquer merda, e um emprego qualquer significa que entre o patrão pagar impostos ou não, então prefere não pagar.

    >>148672
    Não é ginástica. Em Lisboa há empregos assim, tipo nos lares de idosos. Os patrões preferem contratar gente ilegal porque escapam aos impostos e é facil de correr com a pessoa quando não quiserem. Porque pensas que há cada vez mais brasileiros a trabalhar em cafés e papelarias?
    Mas se pensas que isto é mesmo ginástica, na realidade isto é a chamada chique espertice portuguesa e isto é o mais básico do básico de qualquer patrão.

     /#/ 148677

    >>148545
    Não é dificil, mas é merda. Perdi o meu trabalho como comissário de bordo e agora estou a fazer caldos Knorr. Quando saio às 23.30 (como hoje vou sair) demoro 2h e meia a chegar a casa. Não, não é dificil arranjar trabalho. Mas tens de estar disposto a sofrer danone

     /#/ 148681

    1610489280900.png  (1,05 MB, 1228x1335) ImgOps

    coragem, danones, o presidente xi vai derrubar o capitalismo e instalar a utopia socialista global daqui a nada, e não vamos ter que ser escravos salariais

     /#/ 148684

    >>148677
    >>148676
    Adquiram
    >>148662
    Se não estás a estudar ou a ver de alternativas na tua formação então mereces o que tens

     /#/ 148686


     /#/ 148687

    Imagina quem acabou de sair de um cursocancaro na faculdade. Os mileniais foram comidos mas a minha geração de autistas vai ser devorada.

    Ou és tutuber ou és esfregador de chicletes nas carteiras da EB23 de Santo Tirso.

     /#/ 148688

    dizem coisas do merddit mas isto é um autentico antro de falhados. Hora de voltar

     /#/ 148690

    >>148684
    Adquire tu, danone. Para de projectar a tua falta nos outros. Estamos a falar de trabalho, não de cona. Mas duvido que saibas muito de qualquer um deles

     /#/ 148691

    1610494360850.gif  (1,56 MB, 300x225) ImgOps


     /#/ 148693

    >>148690
    Não sou o anon a quem te referes, mas ele tem um ponto, afinal, por mais que só esteja a brincar.
    Adquirir com frequência faz crescer tua auto-estima e abre-te portas para empregos, consequentemente. Um homem confiante tem enormes chances de ir bem numa entrevista de emprego.
    Portanto, estimado anon, adquire.

    Sorte: Vais adquirir um Audi de 2012

     /#/ 148694

    >>148693
    Estava mesmo a falar de adquirir noção (ou xuxa de alguém)
    >>148690
    Verdade, não sou o melhor exemplo do mundo. Se te disser no entanto que acordei, liguei o portátil e voltei-me a deitar e fui pago para isso tu acreditas?
    Tenho a certeza que não há trabalhos a cair do céu, principalmente agora mas fds não me digas. A não ser que estejas a procurar numa área com licenciatura/mestrado mas sem saída acho anormal não haver empregos. Depois vem esse Danone com as 19 vagas em Portugal do pingo doce... Lol
    Epa, alguma coisa emigrem, mas isso não vai resolver os vossos problemas se nem um biscaite arranjam em Portugal.

     /#/ 148695

    >>148693
    Danone. Eu concordo com o ponto. No entanto, por mais que adquira, isso não muda o facto de que a aviação está na merda e que por mais Chade que seja nem pilotos nem comissários de bordo estão a conseguir encontrar entrevistas, quanto mais trabalho. O problema não é a entrevista. O problema é os postos de trabalho terem sido eliminados. Só da minha base foram mandadas embora metade das pessoas

     /#/ 148696

    >>148695
    Fds tu és piloto?

     /#/ 148697

    >>148695
    Nao danone. Disse em cima que era comissário de bordo. Ênfase em "era". Agora, não irónicamente faço caldos Knorr. Vou ter de ficar aqui uns meses até ver uma hipótesse de voltar para a aviação. Piloto talvez um dia. Queria bastante mas tenho de encontrar uma companhia disposta a dar-me a formação em troca de exclusividade de contracto até a pagar.

     /#/ 148698

    >>148696
    Este >>148697 era para ti

     /#/ 148699

    >>148696

    não risos é daqueles senhores que vende raspadinhas e perfumes e que não é indo-ariano.

     /#/ 148700

    >>148699
    Há trabalhos piores danone. Que fazes tu?

     /#/ 148719

    >>148697
    "comissário de bordo"
    palavras caras para hospedeiro
    foi despedido
    trabalhavas para a ryan air não?

     /#/ 148720

    >>148697
    Parece-me que não tens bem ideia da oferta desmesurada de pilotos que há hoje em dia. Mais depressa te safavas como piloto de helicópteros e até esse mercado já está a saturar.

     /#/ 148723

    >>148719
    Nah, Iberia

     /#/ 148724

    >>148720
    Tenho, sim. Eu trabalhava na àrea até há muito pouco tempo sabes.

     /#/ 148725

    >>148724
    Muito respeitosamente, serias, segundo dizes, um hospedeiro de bordo. Podes perceber de carretas, perfumes e revistas mas daí para o mercado de pilotagem ainda vai um salto considerável.

    Neste momento estás uns 6 anos atrasado para fazeres as formações necessárias. E há 6 anos já era tarde.

     /#/ 148727

    >>148725
    Ok danone! Conta-me mais sobre os teus conhecimentos do mercado de pilotos! Certamente terás estudado imenso! Risos

     /#/ 148738

    >>148727
    Tenho um irmão piloto, empregado (ainda até ver) numa companhia conhecida e antes da pandemia atacar eu estava (estou?) a fazer a formação para helis.

     /#/ 148749

    >>148694
    há 23 vagas no mercadona mas são mais especializadas e precisas de qualificações do que o Pingo Doce? Diz-me ai onde é que arranjas vagas de emprego no sector de distribuição/retalho. Está tudo cheio no Pingo Doce.

     /#/ 148750

    >>148749

    És do norte? Maia está cheia de armazéns. Google Maps, fazes um 'estudo' das empresas, vais lá, entregas uma porrada de cv's numa manhã. Matosinhos, tens os armazéns dos ctt. Já não são a empresa que eram mas enfim. Evitem os alimentares.

     /#/ 148751

    >>148749
    Entao não há formação no iefp ou coisa parecida que possas fazer?

     /#/ 148752

    >>148750
    >>148751
    Não sou o danone que quer emprego.

     /#/ 148777

    >>148751

    as formações do IEFP estão quase todas canceladas devido à aeroçida e as poucas que não estão só lá estão para encher número e ensinam rigorosamente nada.

    eu cheguei a ir a um em que a baseada formadora explicou na primeira aula que aquilo não servia para nada e que só lá estávamos porque o estado não queria que ficássemos o dia todo a coçar

     /#/ 148778

    >>148777
    Triplos da sorte. Aprende a programar ou arquire a saída fácil. Cumpes

     /#/ 148828

    >>148777
    Para quem lá esteve e depois arranjou um estágio, isto é a pura verdade. Aprende-se a ponta de um corno

     /#/ 148841

    >>148828
    Mas podes usar a mesma lógica para a (maior parte) da universidade. O que interessa na maioria das vezes é ter o canudo e algumas bases

     /#/ 148870

    >inscreverem-se no centro de emprego
    >arriscarem-se a serem colocados num lar da santa casa

     /#/ 148891

    Ainda assim, MUDAR-ME-EI pra pt. Fds, o brasil está muito pior. E eu não gosto de morar onde moro. E segurança...
    (Legalmente)

    Sorte: Assim assim...

     /#/ 148896

    1610618198140.jpg  (158,57 KB, 1600x900) ImgOps

    >>148841

    não me estava a referir aos cursos profissionais do IEFP (que segundo ouço dizer nem são maus) mas sim a cursos como os de empreendorismo e "planeamento de carreiras" que são muitas vezes o que é obrigatório e são dados por gajos que tiraram o CAP às três pancadas.

    a universidade é útil Danone mas tens de ir para lá para estudar e te valorizares academicamente e a nível profissional: o problema é que a grande maioria dos universicucos passam o curso a estudar para passar com a nota mínima possível e não faz nada extracurricular para se destacar e muitas vezes nem trabalha.

     /#/ 148897

    >>148896
    Mas essa devia ser a função da universidade, tendo em conta a cultura atual, alguém com 18 ou 19 anos ainda é uma criança que quer é despachar tudo para se ir divertir.

    A universidade devia lá estar para preparar as pessoas para a vida e para o trabalho, em vez disso, privilegia os marrões e os graxas, o que também dá imenso jeito aos professores, debitam o programa e ainda têm os graxas para os ajudar a escrever as "suas" publicações académicas.

    Desde o primeiro ano que a universidade devia ter parcerias com empresas e meter o alunos a fazer e a lidar com problemas práticos, aprendiam a teoria num trimestre, aplicava-a no outro.

     /#/ 148898


     /#/ 148911

    >>148896
    >>148897
    Cada curso é o seu caso mas muitos não preparam o aluno para o mercado de trabalho português. Basta ver engenheiros de variadas áreas a acabar como informáticos (no verdadeiro sentido do termo).

     /#/ 148912

    >>148891
    Podes só dizer "vou-me mudar" como uma pessoa normal. Cumps.

     /#/ 148913

    1610633133049.jpg  (26,32 KB, 400x399) ImgOps

    >>148897

    as universidades devem ter a função que tiveram desde sempre: ser centros de aprendizagem e de pesquisa intelectual e científica.

    a culpa de alguns universicucos serem homemcrianças prende-se com a falta de disciplina, preparação para a vida adulta e ambição de um ensino básico concentrado em criar futuros dôtores desempregados.

    as boas universidades (públicas e privadas) já fazem isso desde há bastante tempo: o problema dessas iniciativas é que uma vez mais há muita concorrência e muito pouca diferenciação entre candidatos.

     /#/ 148914

    >>148897
    >os marrões
    A memória é o centro da cultura e do saber, é retenção dos conhecimentos adquiridos. Um estudante e futuro profissional responde a um novo desafio com base nas suas próprias referências e conhecimentos prévios e esses foram memorizados. É preciso tempo para assimilar as matérias para a memória de longa duração.

     /#/ 148917

    >>148914
    >t. escolástico medieval

     /#/ 148918

    >>148914
    O problema é que muitas vezes, face ao mercado, nem a memória serve porque se requerem outras coisas.

     /#/ 148919

    >>148897
    >A universidade devia lá estar para preparar as pessoas para a vida e para o trabalho
    Errado, as universidades servem (ou deviam servir) para formar investigadores e académicos das várias áreas e assim produzirem novo conhecimento. Acontece que, como consequência do que aprendes durante este processo, ficas apto para trabalhar na tua área e as empresas, reconhecendo isto, contratam-te para fazeres determinado trabalho.
    As universidades não servem para formar trabalhadores especializados para empresa x ou y, e muito menos formar pessoas. A primeira tarefa devia ser desempenhada pelas próprias empresas e a segunda pelo ensino obrigatório ou pelos pais.
    Claro que isto implica que ir tirar um curso para ter emprego nisto ou naquilo está errado.

     /#/ 148920

    1610635926627.jpg  (338,46 KB, 796x1169) ImgOps

    >>148913
    Estás a pensar como nos tempos onde só as elites (intelectuais) iam para as universidades, hoje a universidade é uma preparação para o trabalho, só 1% dos que andam lá têm interesse ou capacidade para ser investigadores.
    A universidade é uma continuação da escola, onde se devia fazer a transição da vida adolescente para a vida adulta, se há homens crianças é porque os potenciam nas instituições.
    A não integração num mundo real de empresas e de responsabilidades, que não afetam só o estudante mas todos os trabalhadores só vai fazer com que o adolescente que entrou no primeiro ano saia na mesma um adolescente no ultimo ano, tem muita teoria marrada mas não faz ideia de como isso se vai aplicar no mundo real onde há milhares de variáveis que só se aprendem com a experiência pratica.

    >>148919
    Outro com a treta enlatada do "formar mentes". Depois fica tudo admirado que os universitários vão empacotar salsichas numa fabrica em Munique.

     /#/ 148923

    >>148920
    Manote, não é uma treta, é a verdade. Só não acontece aqui pois tirar um curso universitário é bastante barato (eu nunca paguei uma propina e estou a terminar mestrado e a deslocação é praticamente grátis) e não existem alternativas sérias.
    O que deveriam existir são cursos profissionais diferentes dos que existem (que contemplavam o que respondeste ao outro danone), seriam uma especie de meio termo entre curso universitário e os cursos que existem hoje (aqueles do secundário). Quem devia ter este papel, na minha opinião, são os politécnicos mas estes estão mais preocupados em ser muy nobres universidades do que politécnicos.

     /#/ 148924

    >>148919
    Rin-me

     /#/ 148932

    1610637403754.jpg  (192,22 KB, 1080x1558) ImgOps

    >>148920

    não me leves a mal danone, mas provavelmente vives numa bolha privilegiada e diferente do geral.

    eu nasci na mítica classe mérdia e não sou licenciado (tenho o 12° e sobretudo formação profissional já em contexto de empresa) e muitos dos meus amigos de escola e infância também não e todos crescemos e alguns já constituiram família e já são pais.

    o meu irmão têm um mestrado cancaro mas é efectivamente uma pessoa que apesar de intragável é brilhante e diferente no campo de estudos dele e por isso está a trabalhar e os colegas de faculdade dele estão no pingo doce ou a trabalhar comigo.

    isto para dizer que não podemos ser todos eng. ou drs. e alguém terá de obedecer porque é mesmo deprimente trabalhar ao lado de pessoas que teriam formação e a oportunidade para isso e no entanto são meus semelhantes ou subalternos.

     /#/ 148955

    >>148914
    >A memória é o centro da cultura e do saber, é retenção dos conhecimentos adquiridos
    Adquirir devias tu, foda-se que cromo.

    >>148896
    >cursos como os de empreendorismo e "planeamento de carreiras"
    Foda-se, há com cada coisa. Peguem no tempo que isso demora e aprendam uma valência realmente útil. Por exemplo, desde o último ano que se anda a acentuar uma tendência para o software ser containerizado com docker e kubernetes, há falta de gente que domine isto. É muito mais valioso do que ter visto powerpoints sobre carpe diem.

    >>148897
    As universidades não-técnicas nunca serviram para formar profissionais, apenas quando ficas 3 anos a aprender sobre a área X, estranhamente ficas apto a trabalhar na área X. Ninguém que estude Estudos Asiáticos acha que a seguir vai trabalhar nessa área. Ou filosofia.
    Nas universidades técnicas concordo contigo. A barreira entre academia e trabalho é enorme quando acabas o curso. Mas não te desculpes com a universidade, és maior de idade e devias começar a preparar a tua carreira durante o curso. Durante o Verão, em vez de ires para a praia, fazes um estágio de 2 meses numa empresa a 3€/h.

     /#/ 148961

    Acho que não só em 2021. Mas em toda esta década. Vamos ver um completo declínio que só encontrará paralelo com o final da IGM. Com tudo o que isso detalha.
    Quando a onda de suicídios com a juventude entrar em pico é que saberemos.

     /#/ 148963

    1610657197605.png  (6,99 KB, 225x224) ImgOps

    >>148545
    >2021
    >confinamento
    >emprego
    lmao, agora tá tudo enrabado a chupar o governo em casa. Auqeles que já não tinha nada agora é que se fodem mesmo a grande

     /#/ 148973

    >>148932
    > provavelmente vives numa bolha privilegiada e diferente do geral.

    Porra meu mas és denso, eu estou a dizer que a universidade é uma porta para o trabalho, não estou a dizer que todos devem ir para a universidade, ou que ninguém pode arranjar emprego sem ter curso universitário.
    Lê as coisas pelo menos..

     /#/ 149592


     /#/ 149607

    CP está a recrutar revisores. É a vossa oportunidade de levar na tromba na linha de Sintra:

    https://www.cp.pt/institucional/pt/empresa/recrutamento

     /#/ 149609

    >>148961
    Infelizmente tudo está mesmo a apontar para isso. Economia global à beira de um crash. Tambores de guerra a baterem. Espero mesmo que não aconteça, mas está tudo a apontar que as próximas décadas não vão ser nada bonitas.

     /#/ 149613

    >>149609
    E a culpa é de quem?
    Do Trump e do brexit?

     /#/ 149615

    >>149609
    >guerra
    ora aí está um cenário que não sei bem porquê não vejo a acontecer
    Não existe vontade de mudança no status quo nem de trocar a riqueza de mãos

     /#/ 149618

    >>149615
    Concordo no espectro internacional. Sem colónias nem territórios para expandir/proteger, não haverá cidadãos ou nações dispostas a perder vidas por algo que não é seu. Pelo menos no Ocidente, não consigo perspectivar isso. Mesmo um conflito extremamente sangrento no continente Africano, Sul-Americano ou Asiático jamais irá mobilizar os Europeus. Acho que se alguma guerra estalar nas nossas mãos será civil e aí pode alastrar-se no Velho Continente. O que provocará isso não sei, mas acho que as gerações mais novas cada vez vêm o futuro mais negro portanto quando sintam que nada têm nada a perder talvez essa chama para o conflito surja. As próximas décadas vão ser terríveis, disso não haja dúvida.

     /#/ 149619

    >>149615
    Os equilíbrios de poder estão-se a alterar. As esferas de influẽncia também. A forma mais fácil de as manter é através de conflitos nas zonas estratégicas. O facto de o Trump se ter recusado a escalar os conflitos na Síria ou ter iniciado um com Irão, mesmo que por proxy, foi algo inesperado para muita gente.
    Há questões pendentes na Síria por causa dos gasodutos patrocinados pela Rússia vs. EUA.
    O Magrebe está completamente num vácuo de poder à espera de quem lá se meta no controlo.
    O Sudeste Africano está a ser tomado de assalto pelos Chineses.
    As tensões no Pacífico estão a tinir por causa dos interesses Chinêses.
    Os EUA estão completamente fracturados.
    A UE tem-se mostrado pouco mais que irrelevante.
    A Rússia está claramento no eixo de ascensão pós reformulação dos 2000.
    Os neo-conservadores amigos do Biden já estão a salivar com as projecções de mais um conflito no médio-oriente.
    E a lista continua...
    Bolha de habitação em vários países.
    Bolha de crédito praticamente mundial.
    Sobrepopulação.
    Recursos escassos.
    Clima a aquecer, sejam quais forem as razões.
    Pandemia.

    O paradigma do mundo tal como o conhecíamos pós II GM já acabou. Agora resta saber o que é que aí vem, mas não parece ser nada de bom.

     /#/ 149621

    >>149618
    Para já ainda é improvável pela pirâmidade da população.
    Revoluções/guerras civis historicamente só estalam quando a maioria da população de um país é composta por homens na casa dos 30/40. O que não é o caso da Europa no presente, para já.

     /#/ 149622

    >>149618
    A geração mais nova é a geração mais marica da nossa história. Achas que eles estão dispostos a morrer por algo? Têm ataques de ansiedade ao encomendar uma pizza pelo telemóvel e acham que consooomir Netflix é um bom uso do seu tempo livre. Por amor de Deus, este redesítio comprova tudo o que eu disse. Se chegarmos ao ponto guerra civil ou de uma guerra convencional que necessite conscrição, podes querer que vais ver uma vaga de suicídios.
    >>149621
    Se é para esperar que os avôs morram todos, então a guerra civil nem sequer vai ser travada por europeus nativos. Acho que só mesmo os Estados Unidos têm uma pirâmide da população dessas, ou terão dentro desta década

     /#/ 149625

    >>149619
    Vai ser o mesmo que aconteceu até ao Trump chegar ao poder
    Merdas na síria
    Merdas na ucrania
    Guerras proxy

     /#/ 149626

    >>149622
    Os estados unidos não tem esse tipo de pirâmide
    Tem bastante mulheres

     /#/ 149627

    >>149622
    >conscrição
    Quando é que vais comprar um bilhete para o brasiu?

     /#/ 149672

    >>149619
    Aquela explosão no Líbano no Verão, não foi uma tentativa falhada de revolução?

     /#/ 149680

    >>149672
    Não.
    Indica mais ter sido um ataque preemptivo de alguém (Israel?) contra um depósito? de armas/munições ou uma tentativa de destabilização da zona uma vez que o ataque à Síria claramente falhou.

     /#/ 149688

    >>149619
    O trump nao ter entrada em nenhuma guerra com Síria e Irao só é inesperado para quem tem a cabeça toda fodida com propaganda globalista.

     /#/ 149694

    >>149592
    Obrigado

     /#/ 149699

    Quando covid acalmar vai existir um boom de emigração como em 2007/2008. Isso parece-me óbvio.

    Ninguém com habilitações e ambição/possibilidade, vai ficar por cá e lidar com a econonomia miserável deste país. Portugal não é um país viável. Se tiras 1500€ para cima, vale apena. Tudo o que seja 1000€ para baixo é viver abaixo do desejável. Maior parte das ofertas trabalho fica pelo mínimo; acima disso, 750/800€. Se o SMN não dá para nada, esses valores com descontos pouco dão. Não é fácil viver/sobreviver em Portugal.

     /#/ 149700

    >>149699
    Imigração pra onde? Vai tarde tudo fodido em todo o lado.

     /#/ 149703

    >>149700

    Também é uma boa questão. Sobretudo, com o Brexit. UK foi o el dorado na última vez; EUA, Canadá, Austrália e NZ fechados à imigração. Não sei, mas sei que irá acontecer. Parece-me claro.



    Voltar[Resposta rápida]
    Apagar Comentário [ ]
    tudo i br int a c des fit pol t v w 3d meta