/homo/ - Humanidades

Discussão de história, literatura, filosofia, etc


New Thread
Name
X
Email
Subject
Message*
Files* Max 4 files100MB total
Password
[New Thread]


homo.png (u)
[Hide] (15.2MB, 3820x2403)
Uma tábua para a discussão de história, literatura, filosofia (filosofia política≠política) e outros ramos de hoomanidades
Discussões de história devem estar limitadas a eventos que aconteceram há mais de 25 anos.

Regras globais aplicam-se.
Postas de baixa qualidade são desencorajadas e podem ser eliminadas caso seja considerado necessário.
Verifiquem sempre o catálogo antes de abrir um novo fio.
Por favor tentem vocês próprios fazer postas de qualidade e não se limitem a iscar (Tu)s.

Enjoem as paredes de texto dos grandes pseudo-intelectuais desta tábua.
Cumpes.
Last edited by Escondido

32423.PNG (u)
[Hide] (2.2MB, 1160x866)
Quando é que se aperceberam que, ao contrario do que é ensinado no sistema de educação Português, o Napoleão era o bom da fita e devia ter ganho?
16 replies and 8 images omitted. View the full thread
Replies: >>75 >>83 + 1 earlier
>>58 (OP) 
Elabore.
>>63
A verdade é que quer para o bem, quer para o mal, os homemletos é que são os homens que costumam marcar a história.
Hegel_portrait_by_Schlesinger_1831.jpg (u)
[Hide] (181.3KB, 452x572)
>>58 (OP) 
Ninguém diz o contrário
Napoleão era o espirito do mundo.
2865a9742617d092bb1c1d371bf98455e96d4fec4244a370948157fe1fd5d803.jpg (u)
[Hide] (102.3KB, 1024x768)
>Napoleão Bonaparte
Obrigado pela globohomosexualidade, rapagão. Bom trabalho.
Replies: >>85
>>84
Isso tens de agradecer é aos ingleses anão

826734-49331-tgqbaujtfs-1484401899.png (u)
[Hide] (468.5KB, 391x628)
Este sou eu. Literalmente eu. Nenhum outro personagem pode chegar perto de se relacionar comigo assim. Não há como você me convencer de que não sou eu. Este personagem não poderia ser mais eu. Sou eu, e ninguém pode me convencer do contrário. Se alguém se aproximou de mim sobre o assunto de não ser eu, então eu imediatamente o desliguei com evidências esmagadoras de que esse personagem sou eu. Esse personagem sou eu, é indiscutível. Por que alguém tentaria argumentar que esse personagem não sou eu está além de mim. Se você segurasse duas fotos minhas e deste personagem lado a lado, não veria diferença. Posso olhar para esse personagem com segurança todos os dias e dizer "Sim, sou eu". Eu posso praticamente ver esse personagem toda vez que me olho no espelho. Eu saio e as pessoas me param para comentar como eu pareço e ajo com esse personagem. Eu rio baixinho, pois tenho certeza de que todos os dias esse personagem sou eu em todos os sentidos. Posso sorrir cada vez que saio da cama todas as manhãs, sabendo que descobri minha identidade com esse personagem e sei meu lugar neste mundo. É muito engraçado como esse personagem é semelhante a mim, é quase como se fôssemos gêmeos idênticos. Quando vi esse personagem pela primeira vez, tive uma crise existencial. E se esse personagem fosse meu verdadeiro eu e eu fosse o ser fictício. O que aconteceria se esse personagem ficasse sabendo da minha existência? Esse personagem tinha a capacidade de se tornar autoconsciente?

Message too long. View the full text

68416330-world-religion-symbols-colored-signs-of-major-religious-groups-and-religions-christianity-islam-hind.jpg (u)
[Hide] (69.2KB, 1300x682)
Cristianismo, Hinduísmo, Islamismo, etc. são ideologias?
ss6r7fe69yi71.jpg (u)
[Hide] (81.7KB, 640x960)
São doenças esquizóides. Só há a verdadeira e única religião
Sorte: Vais encontrar a Marta da tua vida
Replies: >>80
>>79
O dinheiro?

dd5b638b8bd6f64af5973560db85178b09aa68c2206cc6d6856ceffd45349d5b.jpg (u)
[Hide] (50.7KB, 455x682)
Estava aqui à procura dum fio grego mas acho que era /god/.
Por isso Abri este, podem usá-lo para discutir assuntos relatados à arte e/ou sociedade clássica.

Para inaugurar:
-Costumes matrimoniais-
V-Vocês sabeiz-azê-azê... Que antigamente os gregos consideravam a idade ideal para os machos se casarem, eram os 30? E que o range ia dos 27 aos leite 30.
Já as fêmeas, 15 ideal, mas podiam ser prometidas aos 13 e até antes.
Isto entre as cidades com os costumes  originais, tipo Atenas, Corinto. Porque em Esparta era um pouco diferente.
Mais, as fofinhas pubescentes, participavam num ritual da deusa Artemisa no qual se vestiam com peles de urso (Pedro Urso?) e viviam como umas pikenas selvagens ao estilo Naruto até passar o teste ninja nos bosques.
Havia casos em que supostamente, a troco de vitória, quando já estavam enrascados, prometiam a virgindade das filhas a Afrodite, caso vencessem era putedo com elas. 
Os rapazes no entanto, suspeita-se que preferissem as marias-rapazes porque quando casavam, cortava-se o cabelo curto às moças para eles conseguirem ir lá sem desanimarem por já não ser o seu femboy favorito para a brincadeira.    
Cumps
ogey

07d1fbeb350f807327e481bc0b7c91bba4ec358567a223975f096db14dc523cd.jpg (u)
[Hide] (32.2KB, 800x565)
Recomendem livros sobre a história moderna de Portugal, i. e. tudo o que seja depois do PREC.
7 replies and 1 image omitted. View the full thread
>>52
Quem de facto fez merda não foi castigado. Mas isso tu já sabes so estás a tentar, mais uma vez, ser idiota
>>52
Por mera curiosidade, quem é que privatizou a EDP?
Replies: >>55
>>54
Passos porque >exigências da troika
Replies: >>57
>>52
Sim, mas em Portugal normalmente não acontece.
>>55
Mesmo que a privatização da EDP tenha começado antes da Expo98 e que 6 decretos dos 8 assinados tenham sido pelas mãos do PS, um do Santana e um do Passos, continuas a manter que foi o Passos a privatizar a EDP? A própria empresa tem a história da privatização no site deles e os decretos assinados.

nitxe.jpg (u)
[Hide] (302.4KB, 1280x1280)
>"Aquilo que não nos mata nos torna mais fortes."
- Friedrich Nietzsche

Ele está errado, porque ele está falando como se nós fossemos nosso ego. E nós não somos.

Louis-Michel_van_Loo_003.jpg (u)
[Hide] (154.1KB, 947x724)
Opinião sobre este senhor?
Replies: >>46
>>45 (OP) 
Estadista do caralho, facilmente dos melhores do seu tempo
Infelizmente, também como muitos do seu tempo, era ideologicamente outro fedora que comia qualquer merda dos "iluminados" lá da França

e0c4b9df10d35be338b016cbc76e6fa4f270237c07aa63b7acc7871094d3efb2.png (u)
[Hide] (258KB, 645x901)
Danone aqui que só teve história até ao 9.º, mas que quer rever/aprofundar as suas bases.
Qual é o melhor livro/coleção para estudar toda a história de Portugal?
Deem recomendações.
Cumps
15 replies and 5 images omitted. View the full thread
>>28
Nunca vais conseguir ter relatos imparciais de alguma coisa, tal é mesmo impossível.
Até nesses livros de história podes ter autores que podem não relatar ou dar tanto enfase a uma determinada característica ou evento para conseguir tornar a sua narrativa mais solida. O melhor que podes fazer é sempre ir verificar em outras fontes e comparar com o que esse texto te diz.

Quanto a esse período em especifico acho ainda mais complicado e o melhor é mesmo pegares em livros dos dois lados que encontrares e ver o que bate certo e as traquitanas do outro.
Replies: >>38
>>31
>>30
Ok, pronto. Então mas e livros parciais, alguém recomenda algum?
Replies: >>39 >>40
>>38
não-ironicamente Alvorada em Abril de Otelo Saraiva de Carvalho
>>38
>À Direita da Revolução - R. Marchi
>Portugal à Lei da Bala - A. Luís Marinho
>Quando Portugal Ardeu - M. Carvalho
>Presos por Um Fio - N. Gonçalo Poças
Literalmente livros para crianças sobre os reis de Portugal.
Depois disso, os vídeos do programa do José Hermano Saraiva.

Foi assim que me apaixonei por História desde os 7 anos. Não estou a tirar esse curso porque é o país que é. Não sei se é um conselho muito bom, porque em crianças absorvemos tudo como esponjas e montamos relações mentais muito rapidamente, é muito mais fácil começar do zero nessa faixa.
Um conselho melhor que posso dar é: não aprendas história apenas textualmente. A memória visual é extremamente importante, e vais construir a tua intuição de "historiador" vendo muitas imagens. Vê quadros à medida que fores aprendendo; ganha boas noções de como as pessoas se vestiam e generalidades de pensamento da época etc
No fundo, trabalha como uma AI que aprende a detetar padrões por repetição. Ao fim de contas, isto também é válido para todas as áreas de conhecimento, mas na História acho que muitos jovens são repelidos por não se aperceberem da riqueza visual à sua disposição

1083px-Al-Andalus732.svg.png (u)
[Hide] (418.3KB, 1083x900)
Porque motivo tantos portugueses odeiam esta parte da nossa historia? Al Andalus foi um centro económico, cultural e tecnológico que plantou as sementes do renascimento e, mais pessoalmente, dos impérios Ibericos.
Replies: >>34 >>35 >>36
>>33 (OP) 
Não acho que muita gente odeia essa parte da historia, teve influencia no desenvolvimento da cultura da ibéria para os anos seguintes. 
Mas acho que a única coisa controversa que vem desse período é que tens pessoas a chorar que foi o melhor período em prosperidade e que eram muito tolerantes etc etc. É só choro politico e a reação que nasce dele.
Acho que é só mesmo Marrocos ou umas igrejas muçulmanas que continuam a mandar cartinhas ao governo espanhol para eles pedirem desculpa pelo que fizeram em Granada para se rirem.
>>33 (OP) 
>parte da nossa história
Vai para o cantinho pensar no que que acabaste de dizer.
>>33 (OP) 

África má. Europa boa.
Lembrete que as mulheres-da-areia são raça superior

Show Post Actions

Actions:

Captcha:

Instructions
NotíciasRegrasFAQLegal/DMCADoar

Todas as marcas registadas, direitos de autor, comentários e ficheiros neste site são propriedade e responsabilidade dos seus respectivos autores e proprietários. Só um louco levaria o que aqui é escrito a sério.