Catalog(/homo/)

Discussão de história, literatura, filosofia, etc


New Thread
Name
X
Email
Subject
Message*
Files* Max 4 files100MB total
Password
[New Thread]


Uma tábua para a discussão de história, literatura, filosofia (filosofia política≠política) e outros ramos de hoomanidades
Discussões de história devem estar limitadas a eventos que aconteceram há mais de 25 anos.

Regras globais aplicam-se.
Postas de baixa qualidade são desencorajadas e podem ser eliminadas caso seja considerado necessário.
Verifiquem sempre o catálogo antes de abrir um novo fio.
Por favor tentem vocês próprios fazer postas de qualidade e não se limitem a iscar (Tu)s.

Enjoem as paredes de texto dos grandes pseudo-intelectuais desta tábua.
Cumpes.
Quando é que se aperceberam que, ao contrario do que é ensinado no sistema de educação Português, o Napoleão era o bom da fita e devia ter ganho?
Este sou eu. Literalmente eu. Nenhum outro personagem pode chegar perto de se relacionar comigo assim. Não há como você me convencer de que não sou eu. Este personagem não poderia ser mais eu. Sou eu, e ninguém pode me convencer do contrário. Se alguém se aproximou de mim sobre o assunto de não ser eu, então eu imediatamente o desliguei com evidências esmagadoras de que esse personagem sou eu. Esse personagem sou eu, é indiscutível. Por que alguém tentaria argumentar que esse personagem não sou eu está além de mim. Se você segurasse duas fotos minhas e deste personagem lado a lado, não veria diferença. Posso olhar para esse personagem com segurança todos os dias e dizer "Sim, sou eu". Eu posso praticamente ver esse personagem toda vez que me olho no espelho. Eu saio e as pessoas me param para comentar como eu pareço e ajo com esse personagem. Eu rio baixinho, pois tenho certeza de que todos os dias esse personagem sou eu em todos os sentidos. Posso sorrir cada vez que saio da cama todas as manhãs, sabendo que descobri minha identidade com esse personagem e sei meu lugar neste mundo. É muito engraçado como esse personagem é semelhante a mim, é quase como se fôssemos gêmeos idênticos. Quando vi esse personagem pela primeira vez, tive uma crise existencial. E se esse personagem fosse meu verdadeiro eu e eu fosse o ser fictício. O que aconteceria se esse personagem ficasse sabendo da minha existência? Esse personagem tinha a capacidade de se tornar autoconsciente?

Sorte: Vou te explicar a razão dos meus erros ortográficos e isto é facto e n arrogância mas chama-lhe o quiseres, tenho um QI bastante acima da média e confesso estou sobre um efeito de um estimulante que ainda aumenta a velocidade do raciocinio. Escrevo depressa mas penso ainda mais depressa. Logo cometo falácias de escrita. Não por falta de inteligência ou incapacidade mental. Precisamente o contrário a velocidade a que escrevo é minima comparado á velocidade que penso. Aqui quem têm falta de capacidade és tu caso n compreendas isto depois de uma explicação detalhada
Cristianismo, Hinduísmo, Islamismo, etc. são ideologias?
Estava aqui à procura dum fio grego mas acho que era /god/.
Por isso Abri este, podem usá-lo para discutir assuntos relatados à arte e/ou sociedade clássica.

Para inaugurar:
-Costumes matrimoniais-
V-Vocês sabeiz-azê-azê... Que antigamente os gregos consideravam a idade ideal para os machos se casarem, eram os 30? E que o range ia dos 27 aos leite 30.
Já as fêmeas, 15 ideal, mas podiam ser prometidas aos 13 e até antes.
Isto entre as cidades com os costumes  originais, tipo Atenas, Corinto. Porque em Esparta era um pouco diferente.
Mais, as fofinhas pubescentes, participavam num ritual da deusa Artemisa no qual se vestiam com peles de urso (Pedro Urso?) e viviam como umas pikenas selvagens ao estilo Naruto até passar o teste ninja nos bosques.
Havia casos em que supostamente, a troco de vitória, quando já estavam enrascados, prometiam a virgindade das filhas a Afrodite, caso vencessem era putedo com elas. 
Os rapazes no entanto, suspeita-se que preferissem as marias-rapazes porque quando casavam, cortava-se o cabelo curto às moças para eles conseguirem ir lá sem desanimarem por já não ser o seu femboy favorito para a brincadeira.    
Cumps
Recomendem livros sobre a história moderna de Portugal, i. e. tudo o que seja depois do PREC.
>"Aquilo que não nos mata nos torna mais fortes."
- Friedrich Nietzsche

Ele está errado, porque ele está falando como se nós fossemos nosso ego. E nós não somos.
Opinião sobre este senhor?
Danone aqui que só teve história até ao 9.º, mas que quer rever/aprofundar as suas bases.
Qual é o melhor livro/coleção para estudar toda a história de Portugal?
Deem recomendações.
Cumps
Porque motivo tantos portugueses odeiam esta parte da nossa historia? Al Andalus foi um centro económico, cultural e tecnológico que plantou as sementes do renascimento e, mais pessoalmente, dos impérios Ibericos.
Boas,
Cumps
Fio de romances históricos.
Fantasia fagotes fora.

Show Post Actions

Actions:

Captcha:

Instructions
NotíciasRegrasFAQLegal/DMCASourceDoar

Todas as marcas registadas, direitos de autor, comentários e ficheiros neste site são propriedade e responsabilidade dos seus respectivos autores e proprietários. Só um louco levaria o que aqui é escrito a sério.